X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cafés especiais cultivados em Afonso Cláudio ganham o mundo

O interesse estrangeiro pelos cafés especiais da cidade é um estímulo para melhorar a qualidade do produto, a fim de exportá-lo


Uma dica para os turistas apaixonados por café: Afonso Cláudio possui mais de três mil produtores do grão. Cafés especiais cultivados na cidade ganham o mundo, fazendo sucesso em países como Estados Unidos, Japão e Coreia.

Das cerca de 6 mil propriedades existentes no município, estima-se que mais da metade produz café. A cultura cafeeira faz parte da tradição agrícola de Afonso Cláudio e tem colocado a cidade em evidência.

Veja mais notícia sobre Cidades aqui

“Compradores de outros países visitam o município, tiram fotos e gravam vídeos das propriedades e das plantações para fazerem o marketing lá fora. Eles valorizam nosso clima e nossas paisagens”, contou Helvécio Paganini Maioli, técnico em agropecuária da Secretaria de Agricultura de Afonso Cláudio.

Imagem ilustrativa da imagem Cafés especiais cultivados em Afonso Cláudio ganham o mundo
Colheita do café: incentivos |  Foto: © Divulgação

O interesse estrangeiro pelos cafés especiais da cidade é um estímulo para melhorar a qualidade do produto, a fim de exportá-lo.

Amostras dos cafés são encaminhadas para o Centro de Cafés Especiais do Estado, em Venda Nova do Imigrante. Lá, especialistas fazem o processo de degustação e avaliam critérios como tamanho e qualidade do grão e sabor. Cafés com nota acima de 80 são considerados especiais.

Também está ganhando força um movimento para valorizar internamente a cultura cafeeira.

“Os produtores estão sendo incentivados a investir no agroturismo, recebendo visitantes nas propriedades. As pessoas querem experimentar e comprar o café, mas também querem ver como ele é produzido. É o turismo de experiência, que será valorizado com a Rota dos Cafés Especiais, já em construção”, disse Helvécio.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: