X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Vice do Fla é convocado ao Conselho de Ética da Câmara-RJ por briga e falta

Marcos Braz chegou a dar presença virtual horas antes do início da sessão, mas não compareceu presencialmente


Imagem ilustrativa da imagem Vice do Fla é convocado ao Conselho de Ética da Câmara-RJ por briga e falta
Marcos Braz também será multado pela Câmara dos Vereadores em R$ 573,90, de seu salário mensal, por ter faltado à sessão |  Foto: Renan Olaz/ CMRJ

O vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, foi convocado pelo Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro para dar explicações sobre sua briga em um shopping da Zona Oeste (RJ), nesta terça-feira (19), e também por ter faltado à sessão que acontecia no mesmo horário da confusão.

Marcos Braz é vereador pelo PL-RJ e chegou a dar presença virtual horas antes do início da sessão, mas não compareceu presencialmente.

O vice-presidente de futebol do Flamengo se envolveu em uma briga com um torcedor rubro-negro no BarraShopping no mesmo horário em que acontecia a sessão na Câmara.
Marcos Braz terá que dar explicações no Conselho de Ética no próximo dia 26.

"Além de ouvi-lo sobre a briga, precisamos que ele explique por que deu a presença na sessão se estava num shopping a 30 quilômetros da Cinelândia [local onde fica a Câmara]. Isso precisa ser esclarecido também", disse a vereadora Teresa Bergher, criadora e vice-presidente do Conselho de Ética da Câmara

MULTA

Marcos Braz também será multado pela Câmara dos Vereadores em R$ 573,90, de seu salário mensal, por ter faltado à sessão de terça (19).

Em nota, o órgão explicou que "um pré-registro pode ser feito virtualmente entre 13h e 16h". Ou seja, Braz marcou que estaria na sessão de maneira remota, sem precisar ir até o local.
Ainda segundo a Câmara, "após o início da Ordem do Dia, às 16h, é necessária confirmação presencial. Como o vereador Marcos Braz (PL) estava ausente durante a votação desta terça-feira (19), o sistema registrou falta para o parlamentar".

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: