X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Técnico do Brasiliense se demite no intervalo, médico assume comando e vence jogo

Jorge Oliva assumiu o comando da equipe no segundo tempo e o Brasiliense venceu o Real Brasília pela Série D


Imagem ilustrativa da imagem Técnico do Brasiliense se demite no intervalo, médico assume comando e vence jogo
Jorge Oliva assumiu o comando da equipe e venceu partida pela Série D |  Foto: Jéssika Lineker / Reprodução X @BrasilienseFC

Não é novidade para ninguém que o futebol brasileiro tem um problema crônico quando o assunto é demissão de treinadores. A partida entre Brasiliense e Real Brasília na tarde deste domingo, válida pela Série D do Brasileirão, é a prova disso.

Após um empate morno e sem gols no primeiro tempo no Estádio Ciro Machado do Espírito Santo, ambas as equipes foram para o vestiário, mas só uma voltou com sua comissão técnica para a segunda etapa.

Para surpresa dos torcedores presentes, o treinador Paulo Roberto Santos não retornou para comandar o Brasiliense no segundo tempo. De acordo com pronunciamento do clube, o técnico não gostou das críticas que ouviu do presidente da equipe, Luiz Estevão, durante a parada e optou por deixar o comando da equipe ainda no intervalo.

"O Brasiliense informa que, durante o intervalo da partida entre Real Brasília x Brasiliense, o treinador Paulo Roberto Santos, insatisfeito com as críticas que recebeu do presidente do clube pela má atuação da equipe no primeiro tempo e nos dois primeiros jogos da competição, decidiu deixar o comando da equipe juntamente dos demais membros da sua comissão técnica", afirmou a equipe em nota nas redes sociais.

Como se a situação não pudesse ficar ainda mais estranha, o médico do time, Jorge Oliva, assumiu a posição de liderança à beira do gramado e levou a equipe do Distrito Federal à vitória. Na volta para o segundo tempo, a equipe atuou melhor e conseguiu garantir o resultado com dois gols do atacante Kaio Nunes. Alemão descontou para os donos da casa. Com o resultado, o Brasiliense lidera o Grupo A5 da competição.

Ainda na partida, o técnico do Real Brasília, Marcelo Caranhato, foi expulso do jogo e arranjou confusão com a polícia militar. O treinador se recusou a sair do gramado e teve de ser escoltado por policiais para fora do campo.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: