X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Reitor de universidade 'dedura' acerto de Ancelotti com Brasil em homenagem

As negociações com o treinador italiano levaram meses e foram finalizadas em junho


Imagem ilustrativa da imagem Reitor de universidade 'dedura' acerto de Ancelotti com Brasil em homenagem
Carlo Ancelotti é visto como o plano A da CBF desde a saída de Tite |  Foto: Reprodução/Redes Sociais

Paolo Andrei, reitor da Universidade de Parma, na Itália, 'dedurou' o acerto que o técnico Carlo Ancelotti, hoje no Real Madrid, tem com a CBF para assumir a seleção brasileira.

Nesta quarta-feira (11), Ancelotti foi homenageado em um evento e recebeu o título de Doutor Honoris Causa em Ciências e Técnicas de Atividades Motoras Preventivas e Adaptadas.

Durante o discurso sobre o técnico do Real Madrid, Paolo Andrei falou sobre a admiração da universidade pelo treinador e citou o próximo desafio da carreira do italiano.

"Em 2024, Carlo Ancelotti tem uma aventura extraordinária que seria apenas um sonho para muitos treinadores: treinar o Brasil. É o primeiro estrangeiro dos últimos 60 anos que dirigirá a seleção. O quarto em toda a história. A admiração que sentimos por ele é generalizada e vai além de qualquer lugar ou time. Será o último prêmio que Carlo entregará", disse Paolo Andrei, reitor da Universidade de Parma, sobre Carlo Ancelotti

Ancelotti, por sua vez, se reservou a falar apenas da emoção por ter recebido o título de Doutor e sobre as "provas" que passa ao longo da vida como treinador.

"Recebi este diploma e alguém pode dizer que fiz poucas provas. Na verdade, fiz muito e ainda faço a cada três dias. São provas em que sou julgado, então tenho que estar preparado. Agora poderei dizer aos jogadores que deveriam me chamar de Doutor. Foi uma escola [o futebol]. Aprendi a competir e a melhorar meus limites. As derrotas fazem parte do esporte, assim como da vida", ressaltou Carlo Ancelotti

ANCELOTTI NA SELEÇÃO BRASILEIRA

Carlo Ancelotti sempre foi o plano A da CBF após o término da Copa do Mundo de 2022 e a saída de Tite, que já havia anunciado que não renovaria o seu contrato.

As negociações com o treinador italiano levaram meses e foram finalizadas de maneira bem-sucedida ao fim em junho, ainda que não haja um pronunciamento oficial de ambas as partes.

Com o acerto verbal com Ancelotti, a CBF anunciou Fernando Diniz, que tem conciliado o trabalho no Fluminense com a seleção, para ser técnico até a Copa América de 2024.

Quando o contrato de Ancelotti chegar ao fim no Real Madrid, no dia 30 de junho de 2024, ele assumirá a seleção brasileira. Apesar do acordo, o treinador italiano evita falar sobre o assunto quando perguntado.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: