X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Federação quer que Paquetá seja banido do futebol se culpado, diz jornal

Jogador ressalta que é inocente e nega todas as acusações


Imagem ilustrativa da imagem Federação quer que Paquetá seja banido do futebol se culpado, diz jornal
Paquetá ressalta que é inocente e nega todas as acusações |  Foto: Crédito: Instagram/Lucas Paquetá

A Federação Inglesa recomenda que Lucas Paquetá seja banido do futebol caso seja considerado culpado no caso de suposta manipulação de apostas esportivas. A informação é do jornal inglês The Sun.

A FA (Football Association) quer que o jogador brasileiro seja banido "por toda a vida" se culpado, segundo o jornal. A recomendação estaria na acusação feita pela entidade.

O The Sun cita duas suspensões pesadas a outros jogadores e diz que a argumentação da FA é que o caso de Paquetá pode ser ainda mais grave. O zagueiro Kynan Isaac, do Stratford Town, foi banido por dez anos por apostar em si mesmo para receber amarelo em um jogo da Copa da Inglaterra de 2021. Já o zagueiro Bradley Wood, do Lincoln City, ficou afastado por seis anos por ter deliberadamente recebido um cartão em duas partidas três anos antes.

Paquetá é acusado de ter tomado quatro cartões amarelos de propósito em diferentes jogos para favorecer amigos. Cerca de sessenta pessoas teriam apostado em cartões amarelos do jogador, lucrando um total de R$ 670 mil. As apostas foram de R$ 47 a R$ 2,7 mil.

O jogador ressalta que é inocente e nega todas as acusações. "Estou extremamente surpreso e chateado como o fato de a FA decidir me acusar. Cooperei com todas as etapas da investigação e forneci todas as informações que pude durante estes 9 meses. Nego as acusações na íntegra e lutarei com todas as minhas forças para limpar meu nome", declarou o jogador após a acusação.

A investigação começou na temporada passada e fez com que sua transferência para o City não andasse. Casas de apostas denunciaram um número incomum de apostas feitas no jogador que partiram da cidade dele, na Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro.

Paquetá está com a seleção brasileira para a disputa da Copa América. Sua convocação foi bancada pela CBF porque a entidade afirma que não pode antecipar uma suposta pena. Ele já foi tirado de uma lista quando o caso foi divulgado.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: