X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esporte Capixaba

Semifinais e finais do Capixabão 2024 terão uso inédito do VAR Light

Tecnologia foi testada na Copa Espírito Santo sub-20 no ano passado



Imagem ilustrativa da imagem Semifinais e finais do Capixabão 2024 terão uso inédito do VAR Light
Var Light será utilizado nas semifinais e finais do Capixabão 2024 |  Foto: Henrique Mantovanelli

Mais tecnologia no Capixabão 2024! Com o mata-mata cada vez mais próximo, a Federação de Futebol do Espírito Santo (FES) preparou uma novidade para as semifinais e finais do Estadual nesta temporada: a utilização do VAR Light. Mas afinal, o que é isso?

Para entender melhor, o presidente da Comissão de Arbitragem do Estado do Espírito Santo, Marcos André Gomes, explicou como funciona o equipamento e a diferença se comparado com o VAR tradicional já utilizado em campeonatos nacionais - e também em finais capixabas.

"A única coisa diferente em relação ao VAR convencional, que já estamos acostumados pelo uso no Campeonato Brasileiro, são apenas duas: não teremos a linha de impedimento e não há um operador, isso porque o próprio árbitro que estiver na cabine é que vai operar o nosso VAR Light. Além disso, mesmo não tendo a linha de impedindo, o equipamento consegue interferir naqueles lances mais grosseiros que mostram o jogador em posições de impedimento e também lances de cartão vermelho e pênaltis, por exemplo", revelou ele.

"As demais coisas são exatamente iguais ao VAR tradicional, então é uma ferramenta que vai agregar e muito para as semifinais e finais do Capixabão 2024. As faltas que são para cartão vermelho, os pênaltis... tudo o que for possível as câmeras confirmarem com 100% de exatidão, o VAR light vai ter a oportunidade de fazer justiça nesses momentos", afirmou Marcos André.

O equipamento já foi testado no futebol capixaba durante a final da Copa Espírito Santo sub-20 no ano passado. Por ter uma instalação e operação mais acessíveis, a tecnologia pode ser utilizada em mais estádios do Estado - lembrando que apenas o Kleber Andrade comporta a versão completa da tecnologia.

"O VAR Light é um pouco mais simples, os equipamentos são um pouco mais simples, então requer menos estrutura do que o VAR convencional. Então, por isso, independente do estádio que forem ocorrer as semifinais e finais, teremos a presença do VAR Light no campeonato".

A 9ª e última rodada da primeira fase do Capixabão acontece, no próximo sábado (02), com todos os cinco jogos marcados para às 15h. O grande destaque da rodada vai para a disputa para escapar do rebaixamento, que engloba Serra e Rio Branco de Venda Nova: a Cobra-coral terá de vencer o já rebaixado Estrela do Norte no Robertão e torcer para que o Tricolor Polenteiro perca para o Vitória, no Estádio Olímpio Perim.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: