X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Bruno Lage é demitido do líder Botafogo após sequência negativa no Brasileirão

Treinador português somou 16 jogos, com cinco vitórias, sete empates, quatro derrotas e 45,8% de aproveitamento no Botafogo


Imagem ilustrativa da imagem Bruno Lage é demitido do líder Botafogo após sequência negativa no Brasileirão
Bruno Lage foi demitido do Botafogo |  Foto: Vitor Silva/ Botafogo

Bruno Lage não é mais técnico do Botafogo. O treinador português não suportou a sequência negativa no Campeonato Brasileiro e deixa o comando da equipe que lidera o torneio nacional. Em sua passagem pelo time alvinegro, somou 16 jogos, com cinco vitórias, sete empates, quatro derrotas e 45,8% de aproveitamento.

O Botafogo está na ponta do Campeonato Brasileiro, mas viu sua vantagem despencar nas últimas rodadas apesar de tropeços de concorrentes, como Palmeiras, Grêmio e o novo vice-líder Red Bull Bragantino. O time carioca tem 52 pontos ante 45 do time do interior paulista.

Leia mais notícias de Esportes aqui

"O Botafogo informa que, por decisão de John Textor e do Departamento de Futebol, Bruno Lage não é mais o técnico da equipe principal. O clube destaca o profissionalismo, o caráter e o comprometimento de Bruno Lage no período em que defendeu a camisa alvinegra e fez parte da família. Apesar do início do treinador, com 10 jogos de invencibilidade, os últimos resultados não foram os esperados. Fica o agradecimento a Bruno e a toda a sua comissão técnica pelos serviços prestados ao Glorioso ao longo dos últimos meses, desejando muito sucesso em seus futuros desafios", informou o clube no fim da noite desta terça-feira.

Bruno Lage foi bastante resistente a aceitar o desafio de comandar o Botafogo. Depois de insistentes reuniões com a direção do clube e o dono da SAF, o empresário John Textor, o português topou se mudar para o Brasil. Nos últimos desafios, porém, o mau desempenho da equipe tornou a relação com a torcida ruim, a ponto de o técnico ser chamado de burro.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Fica marcada a passagem de Lage pelo Botafogo também por uma fala após a derrota no clássico com o Flamengo, em setembro. O técnico sugeriu entregar seu cargo, mas foi dissuadido da ideia e continuou por mais algumas rodadas.

No empate com o Goiás, na segunda-feira, por 1 a 1, Lage deixou o artilheiro Tiquinho Soares no banco de reservas no primeiro tempo, causando estranheza nos jogadores e torcedores, que não perdoaram. O centroavante foi o responsável por um golaço que garantiu a igualdade no marcador do Estádio Nilton Santos.

"Como família, o Botafogo vai buscar no momento soluções dentro de casa. O Clube segue com confiança inabalável e firme no propósito da temporada com o suporte incansável de uma legião de alvinegros apaixonados. Lucio Flavio e Joel Carli (na função de assistente técnico) assumem interinamente o comando do time a partir desta quarta na preparação para a partida de domingo, contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro."

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: