X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Brasil sofre primeira derrota no Pré-Olímpico de vôlei masculino

Com o revés, a equipe comandada pelo técnico Renan Dal Zotto fica na quarta posição do Grupo A


Imagem ilustrativa da imagem Brasil sofre primeira derrota no Pré-Olímpico de vôlei masculino
Darlan tenta passar pelo bloqueio alemão |  Foto: Mauricio Val/FVImagem/CBV

A seleção masculina foi derrotada por 3 sets a 1 (parciais de 21/25, 25/19, 25/19 e 28/26) pela Alemanha, na noite desta terça-feira (3) no Maracanãzinho, pela terceira rodada do Pré-Olímpico de vôlei masculino.

Com o revés, a equipe comandada pelo técnico Renan Dal Zotto fica na quarta posição do Grupo A, atrás dos alemães, que lideram a chave ao lado da Itália, e da terceira colocada Cuba.

Leia mais notícias de Esportes aqui

“Foi um jogo tenso, como acontece em classificatórios olímpicos. A Alemanha errou muito pouco depois do segundo set e forçou bastante o saque. Vamos nos organizar, reunir forças e juntar energia para entrar com tudo na partida de amanhã”, declarou Renan Dal Zotto, já projetando o próximo desafio do Brasil, a partir das 20h30 (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (4) contra a Ucrânia.

Brasil e Alemanha estão no Grupo A do Pré-Olímpico de vôlei masculino ao lado de Catar, República Tcheca, Ucrânia, Cuba, Irã e Itália. As oito equipes jogarão contra todos os seus adversários de chave em uma única oportunidade. As duas primeiras colocadas garantirão vaga em Paris 2024.

Já o Grupo B, que também distribuirá duas vagas olímpicas, conta com Sérvia, Turquia, Estados Unidos, Egito, Finlândia, Eslovênia, Turquia e Japão. Por fim o Grupo C, que oferece mais duas passagens para Paris, terá Holanda, Canadá, Polônia, Bélgica, Bulgária, Argentina, México e China.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: