X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Abel reconhece atuação ruim do Palmeiras e ressalta: 'Somos o time da virada'

Técnico português chamou a responsabilidade do jogo ruim para si, mas admitiu que o desempenho técnico da equipe poderia ser melhor


Abel Ferreira reconheceu que o Palmeiras não fez a melhor de suas atuações contra o Santos. O treinador português evitou apontar culpados para a derrota por 1 a 0 neste domingo que deixou o seu time em desvantagem na decisão do Paulistão. Ele chamou a responsabilidade do jogo ruim para si, mas admitiu que o desempenho técnico da equipe poderia ser melhor.

"Não vou explorar isso individualmente, mas é fácil perceber que tecnicamente a equipe não esteve no seu nível. Passes errados, bolas paradas que têm que ser bem batidas", reconheceu o treinador, em entrevista coletiva depois do primeiro jogo da final, na Vila Belmiro.

O português afirmou que o Santos levou vantagem também fisicamente e correu mais porque esteve "mais fresco". Ele confia que semana que vem, na volta, a história será diferente. "Domingo esperamos eles no Allianz Parque, no chiqueiro, com os nossos torcedores".

Como fez a melhor campanha do Paulistão, o Palmeiras faz a finalíssima em sua casa, o Allianz Parque, que estreou na quinta-feira o novo gramado sintético. Para ser campeão no domingo que vem, precisa ganhar por ao menos dois gols de diferença. Se o fizer, vai levantar a taça do Estadual pela terceira vez seguida, feito que não acontece desde 1934. Caso vença por um, o título será definido nos pênaltis.

"Hoje vimos a força dos torcedores do adversário. Agora vai ser em casa com os nossos torcedores. Precisamos deles pra ganhar a final", constatou o treinador.

Nos dois anos anteriores em que levantou a taça do Estadual, o time de Abel Ferreira perdeu o jogo de ida contra São Paulo e Água Santa. Nas duas ocasiões, reverteu a desvantagem com goleadas de 4 a 0. Resta saber se terá a mesma força de 2022 e 2023 para derrubar o Santos de Fábio Carille. "Contamos com o apoio a vibração dos nosso torcedores. Somos o time do amor, somos o time da virada", enfatizou o português.

Abel afirmou que está evidente, "vendo as execuções técnicas de hoje", que alguns jogadores precisam de descanso. Por isso, é muito provável que o time faça a estreia na Copa Libertadores com reservas. O primeiro adversário no torneio continental será o San Lorenzo, em duelo na Argentina, quarta-feira, às 21h30.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: