X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Abel elogia Estêvão e pede para clube segurar o atacante até 'pelo menos' 2027

Apesar da alegria pela vitória, o técnico reconheceu que o Botafogo foi melhor no primeiro tempo


O técnico Abel Ferreira rasgou elogios a Estêvão, autor do gol da vitória do Palmeiras no último minuto diante do Botafogo-SP, nesta quinta-feira, no Allianz Parque, pela terceira fase da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva, o treinador fez um pedido à diretoria.

"Eu gostaria muito que este moleque ficasse aqui até pelo menos 2027. Ele é diferente de tudo que já vi no futebol. Sabe atacar, defender, propor o jogo, driblar... É centrado, tem família bem estruturada, todo mundo tem carinho por ele no clube e os mais velhos conversam muito ele", afirmou o treinador.

Abel citou mais uma vez Ayrton Senna para analisar o desempenho da equipe. "O último gol é a imagem do nosso Palmeiras. Um time que sabe que se não desistirmos, com muito esforço, vamos atingir nossos objetivos, assim como dizia Senna."

Apesar da alegria pela vitória, o técnico reconheceu que o Botafogo foi melhor no primeiro tempo. "Eles mereciam pelo menos um gol. Foram melhores e tiveram oportunidades. Trata-se de um equipe muito bem organizada, com duas linhas bem postadas, uma de cinco e outro com quatro homens. Difícil de ser superada."

Abel considerou o resultado justo pela recuperação do Palmeiras na etapa final. "Voltamos com ritmo, intensidade, fizemos três gols. Para mim foram três. O VAR foi feito para tirar dúvidas e quando vejo a imagem, eu vejo gol e não impedimento", afirmou o treinador, referindo-se ao gol anulado de Rony.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: