X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Diplomata convida motoboys para realizar fetiches e tem item de luxo roubado

O oficial recebia entregadores em casa e oferecia dinheiro em troca de sexo


Um diplomata, morador de Brasília, teve seu relógio Rolex (marca de luxo) de R$15 mil roubado após realizar fetiches sexuais com motoboys. Ele tinha o costume de receber os entregadores em casa e, em um desses encontros, o item de luxo foi roubado.

Dois motoboys, ambos com 25 anos, foram presos na noite da última terça-feira (27) por participação em um “tráfico delivery” de cocaína. Os dois jovens participavam dos encontros com o diplomata há cerca de um ano e são os principais suspeitos pelo sumiço da joia.

Os dois entregadores detidos na operação contra o tráfico conheciam o diplomata há cerca de um ano e são suspeitos pelo furto dos relógios de marca. Um deles, meses depois, ofereceu um relógio igual para o próprio diplomata dizendo que um conhecido estaria vendendo. As informações são do Metrópoles.

Imagem ilustrativa da imagem Diplomata convida motoboys para realizar fetiches e tem item de luxo roubado
|  Foto: Canva

O diplomata mesmo tendo o objeto roubado há pouco tempo, resolveu comprar, pagando mais de R$ 10 mil. Após o episódio, os suspeitos voltaram a frequentar a casa do diplomata, onde houve um segundo furto. Com o sumiço de mais dois relógios de luxo, o oficial resolveu prestar queixa.

Ambos os suspeitos foram detidos pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Se acusados, os motoboys podem pegar 25 anos de prisão. A Polícia Civil também vai apurar a relação deles com o furto dos relógios do diplomata.

Leia mais:

Pai esquece de levar filho a escola e bebê morre após 9 horas no carro

Mulher consegue anular casamento após provar que marido era estelionatário

Mãe pede socorro em carta levada pelo filho para escola

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: