search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Suspeito teria fabricado 3 milhões de cédulas falsas, diz Polícia Federal

Notícias

Polícia

Suspeito teria fabricado 3 milhões de cédulas falsas, diz Polícia Federal


Notas falsas foram apreendidas na casa do suspeito (Foto: Divulgação / PF)
Notas falsas foram apreendidas na casa do suspeito (Foto: Divulgação / PF)

O capixaba de 32 anos, preso nesta segunda-feira (07), é suspeito de ter fabricado três milhões de cédulas falsas, nos últimos 12 meses. Ele foi preso por meio de um mandado de prisão preventiva, em Vitória. Com ele, a polícia apreendeu R$ 190 mil em dinheiro falso.

Segundo a Polícia Federal, o suspeito - preso no âmbito da Operação Marduque - fabricava e vendia as notas falsas pelo WhatsApp, para compradores de diversos estados.

Na casa do suspeito, a polícia apreendeu ainda equipamentos para fabricação das notas falsas.

Leia Mais: Suspeito é preso em operação de combate a fabricação e venda de dinheiro falso

O suspeito vai responder pelos crimes de falsificação e guarda de moeda falsa, cuja pena pode variar entre 3 e 12 anos de reclusão.

Marduque foi o pseudônimo utilizado pelo principal investigado na prática dos crimes de modo irônico, uma vez que significa deus protetor da cidade da Babilónia, pertencente a uma geração tardia de deuses da antiga Mesopotâmia, como também um nome utilizado como vilão em um game.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados