X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Política

Ex-secretário de Segurança Pública do ES está mais perto de se filiar ao PL

Ramalho deve se filiar ao partido de Bolsonaro para se lançar candidato à Prefeitura de Vila Velha



Imagem ilustrativa da imagem Ex-secretário de Segurança Pública do ES está mais perto de se filiar ao PL
Coronel Ramalho foi secretário do atual do governo do Estado |  Foto: Leone Iglesias/ AT

O ex-secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Alexandre Ramalho, está “com um pé” no PL e deve se filiar em breve ao partido, como a coluna Plenário havia antecipado.

O ex-secretário do governo de Renato Casagrande (PSB) deixou o Podemos, onde estava desde 2022, e desde então tem se reunido com lideranças de vários partidos, incluindo Republicanos e União Brasil.

O PL, porém, é o partido que está mais próximo de filiar Ramalho, segundo informações de bastidores. A intenção seria lançá-lo como candidato do partido à Prefeitura de Vila Velha.

A saída do Podemos, inclusive, teria ocorrido por conta do interesse de Ramalho em disputar este cargo, já que o atual prefeito do município, Arnaldinho Borgo, também é filiado ao partido.

O presidente estadual do PL, senador Magno Malta, confirmou que o partido dialoga com o ex-secretário e que se a filiação ocorrer, Ramalho será pré-candidato do partido.

“Conversou com o PL, foi bem recebido, ouviu tudo sobre o espectro político do partido e disse que se identifica com os nossos valores conservadores. Uma vez assinando a ficha de filiação, ele fará parte da 'família bolsonarista' formalmente e se tornará nosso pré-candidato”, afirmou o senador.

Ramalho tem, recentemente, feito movimentos direcionados aos eleitores mais à direita em suas publicações nas redes sociais.

Na última semana, fez uma publicação de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro. Quatro dias atrás, tornou pública sua posição contrária à prisão do deputado estadual Capitão Assumção (que já criticou o trabalho de Ramalho quando o mesmo era secretário). Ontem, fez uma visita ao gabinete do deputado Callegari. Todos os três são do PL.

Segundo informações de bastidores, a filiação só não foi anunciada formalmente porque há intenção de realizar um ato nas redes sociais para destacar o evento, com a participação, inclusive, de Bolsonaro.

Ramalho foi procurado, mas não se manifestou sobre o tema. Ele também não respondeu sobre de que forma essa possível filiação ao PL afetaria sua relação com o governador Casagrande.

Isso porque o PL não faz parte da base do governo na Assembleia Legislativa e tem, inclusive, políticos que se declaram abertamente como oposição ao governador, como é o caso do deputado Lucas Polese.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: