X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Política

Carla Zambelli vai à PF, mas só falará após ter acesso aos autos, diz advogado

Deputada é acusada de pagar o hacker da Vaza Jato para invadir contas do ministro Alexandre de Moraes e do Conselho Nacional de Justiça


Imagem ilustrativa da imagem Carla Zambelli vai à PF, mas só falará após ter acesso aos autos, diz advogado
A deputada Carla Zambelli vai até a sede da Polícia Federal |  Foto: Arquivo/AT

A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) vai comparecer à Polícia Federal na próxima segunda-feira (7), mas vai ficar em silêncio se não tiver acesso aos autos do processo no qual é investigada, diz a defesa dela.

O QUE ACONTECEU

Advogado diz que Zambelli vai ficar em silêncio. "Ela comparecerá na 2ª feira. Minha orientação é que só responderá perguntas após nos serem franqueados os autos", afirmou Daniel Bialski ao UOL.

Leia mais notícias de Política aqui

Deputada é acusada de pagar o hacker da Vaza Jato para invadir contas de Moraes e do CNJ. Segundo as investigações da PF, o objetivo da invasão seria a inserção de documentos falsos no Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) e fraude de mandados de soltura.

Zambelli assumiu que faz pagamentos a Walter Delgatti Neto. Ela afirma, no entanto, que os valores foram referentes a trabalhos em seu site pessoal, e não a invasões.

OPERAÇÃO PRENDEU DELGATTI E FEZ BUSCA EM ENDEREÇOS DE ZAMBELLI

Walter Delgatti foi preso preventivamente na manhã de quarta-feira (2) em Araraquara, no interior de São Paulo.

Moraes determinou que a PF recolhesse armas, computadores, tablets e o passaporte de Carla Zambelli em todos os endereços relacionados à deputada. O ministro do STF também pediu que a PF averiguasse se havia cômodos secretos nos locais.

MANDADO DE PRISÃO FALSO CONTRA MORAES

Delgatti e Zambelli conseguiram invadir os sistemas do CNJ e BNMP usando credenciais falsas obtidas de forma ilícita entre 4 e 6 de janeiro de 2023.

Leia mais

Vereadores aprovam auxílio-alimentação para si mesmos no ES

Cristiano Zanin toma posse como ministro do STF

Tribunal de Contas suspende aumento salarial de servidores de Câmara no ES

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: