X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

"Vamos prender esses traficantes", garante secretário sobre tiroteios no Centro

Secretário de Segurança Pública afirmou que a polícia trabalha na identificação dos criminosos

Redação Tribuna Online, com informações de Vanessa Calmon, da TV Tribuna | 19/07/2022 14:26 h

Márcio Celante afirmou que polícia trabalha para identificar criminosos
Márcio Celante afirmou que polícia trabalha para identificar criminosos |  Foto: Divulgação/ Sesp
 

Em entrevista a TV Tribuna/SBT, o secretário estadual de Segurança Pública, coronel Márcio Celante, afirmou que o serviço de inteligência da polícia trabalha na identificação dos criminosos que promoveram os tiroteios na madrugada desta terça-feira (19), nos morros do Moscoso e Cabral, na região do Centro de Vitória.

Segundo ele, os tiroteios são promovidos por grupos criminosos querem expandir seus territórios, tomando a área de rivais em Vitória e Cariacica. "Vamos realizar operações e prender esses traficantes", garantiu o secretário. 

Celante informou que as ocorrências registradas nos últimos dias nos bairros da região do Centro estão sendo investigadas pela polícia e pediu a ajuda da população com denúncias pelo Disque-Denúncia 181, onde o anonimato é garantido. 

"Lamentamos fatos como esses. Infelizmente, são jovens inconsequentes que utilizam armas de fogos, realizando essas ações criminosas. Mas aqui posso garantir que o Estado entra em qualquer bairro. A Polícia Militar e a Polícia Civil no Espírito Santo está presente. Vamos intensificar a presença da polícia nessas comunidades a fim de dar mais tranquilidade e que as pessoas possam ter suas rotinas tanto de dia, quanto de noite , sem ser influenciada por essas ações inconsequentes que tentam levar terror a essas comunidades", assegurou o secretário.

Vídeos foram compartilhados por moradores nas redes sociais e mostram os barulhos dos tiros disparados pelas facções rivais durante o confronto. É possível ouvir ainda algumas rajadas sendo disparadas. 

Na região, há relatos de tiroteios desde a madrugada de segunda-feira (18). No domingo (17), um jovem foi morto e outra pessoa foi baleada na região da Ilha do Príncipe, também perto do Centro da capital. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS