X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Jovem atacado em praia defende namorada e diz ter sido vítima de latrocínio

Universitário, que teve o abdômen cortado durante a noite, criticou "mentiras" divulgadas nas redes sociais

Roberta Bourguignon e Weslei Radavelli | 01/02/2022 18:30 h | Atualizado em 01/02/2022, 22:50

O universitário, que teve o seu abdômen cortado durante um ataque na Praia do Ermitão, em Guarapari, fez um desabafo nas redes sociais sobre a situação que vem enfrentando desde o dia 15 de janeiro. Ele e a namorada estavam em uma área deserta da praia, quando foram atacados por suspeitos ainda não identificados.

Na mensagem, enviada em um grupo de WhatsApp, o universitário defende a namorada e diz ter sido vítima de um latrocínio. A polícia segue investigando o caso.

"Machucaram a menina que estava comigo e também me feriram muito no rosto e me cortaram no abdômen. Além disso, também levaram o meu celular e o dinheiro que ela carregava", contou.

Ele ainda critica "piadas" feitas sobre o seu caso, critica o adjetivo de "menino sem intestino" e rebateu "versões mentirosas" que estão circulando nas redes sociais. "Não aguento mais ficar vendo vocês fazendo piada da minha situação".

Em outro trecho, ele completa: "Pelo amor de Deus, peço que não me incomodem agora, pois estou em recuperação e todos esses boatos estão me fazendo muito mal. Está sendo muito difícil para mim e também para a menina que estava comigo, que é uma vítima".

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS