X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Família de jovem morto pretende se mudar após violência

| 12/06/2020 09:43 h

Depois de perderem o estudante Fabrício dos Santos Almeida, de 18 anos, para a violência, na noite de quinta-feira (11), a família do jovem pretende se mudar do morro da Piedade, em Vitória. Ele foi morto durante um ataque de traficantes em uma casa do bairro, que também feriu outras duas pessoas. Segundo a polícia, ele não era o alvo e nem tinha envolvimento com o crime.

"Estamos pensando em sair do morro, ninguém vai ficar mais aqui, não. Ele era uma pessoa maravilhosa, tímida, se soltava mais com a gente da família. Foi uma injustiça", disse uma dona de casa de 23 anos, parente de Fabrício. Ela preferiu não se identificar.

O estudante Fabrício dos Santos Almeida, de 18 anos,
O estudante Fabrício dos Santos Almeida, de 18 anos, |  Foto: Acervo familiar

O estudante estava no quintal da casa de uma prima, com mais oito jovens. Os amigos estavam em uma confraternização, bebendo, quando cerca de cinco bandidos com armas de grosso calibre invadiram o local, já atirando.

"Nem deu tempo de ver nada. A gente ouviu os tiros e já saiu correndo, pulando e descendo a ribanceira", contou uma jovem que estava na reunião, sem se identificar. Fabrício morreu no local. Só no quintal, a polícia encontrou mais de 90 cápsulas.

Uma adolescente de 16 anos foi levada por moradores até o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), com um tiro de raspão na nuca. Outro jovem de 18 anos foi socorrido pelo Samu, e teve uma perfuração no queixo e outra de raspão no abdômen. Nenhum dos atingidos tinha envolvimento com o tráfico, segundo a polícia.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS