search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Menina de 10 anos deveria ter feito cesárea, diz Damares

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Menina de 10 anos deveria ter feito cesárea, diz Damares


Damares Alves (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Damares Alves (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, defendeu que a gravidez da menina estuprada pelo tio dos 6 aos 10 anos, em São Mateus, no Norte do Estado, deveria ter sido levada adiante.

A declaração foi dada durante participação no programa 'Conversa com Bial', da TV Globo, exibido na madrugada desta sexta-feira (18).

“Os médicos do Espírito Santo não queriam fazer o abordo. Eles estavam dispostos a fazer uma antecipação de parto. Mais duas semanas poderia ter sido feita uma cirurgia cesárea nessa menina, tirar a criança, colocar numa incubadora. Se sobreviver, sobreviveu. Se não, teve uma morte digna”, disse a ministra.

"Eu acredito que o que estava no ventre daquela menina era uma criança com quase seis meses de idade e que poderia ter sobrevivido. discordo do procedimento do Dr. Olimpio, mas discordo de tudo o que aconteceu em torno dessa criança", afirmou a Damares.

A menina capixaba foi submetida a um aborto, em agosto, quando estava com 22 de semanas de gravidez.

O procedimento foi realizado no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), em Recife (PE).

Na ocasião, o gestor do Cisam explicou que o risco do aborto era menor que o risco do parto. "Todo procedimento tem um risco, mas garanto que o risco é menor que um parto. No caso dela, se continuasse a gravidez, por causa da idade, teria riscos muito maiores de complicações e morte que uma mulher adulta. Além disso, ela não queria de jeito nenhum a gravidez. Ela verbalizava que não queria de jeito nenhum", disse o médico Olimpio Barbosa de Morais Filho.

Leia também:
Obstetra deu aval para menina de 10 anos parir, diz secretário da Saúde
Exame de DNA comrpova que tio engravidou menina de 10 anos
Mourão defende aborto de menina de 10 anos: "Mais que necessário, é recomendado"
Justiça autoriza aborto em menina de 10 anos estuprada pelo tio


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados