X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Suspeito de ameaçar família de Di María é preso na Argentina

Homem preso já era investigado por tráfico de drogas


Imagem ilustrativa da imagem Suspeito de ameaçar família de Di María é preso na Argentina
Cartaz com ameaças foi colocado em frente ao condomínio do jogador na Argentina |  Foto: Reprodução/ Instagram/ @angeldimariajm

Pablo Ezequiel Acotto, principal suspeito de ameaçar a família de Ángel Di María, foi detido nesta quarta-feira (27), em Rosário, pela Polícia Federal Argentina.

Acotto foi capturado nesta madrugada, ao sair de casa. A Polícia já estava vigiando sua residência. O homem estava acompanhado de Gabriel Ismael Pastore e Sara Belén Gutiérrez, moradores de Rosário que também foram presos.

O suspeito de ameaçar Di María já era investigado por tráfico de drogas. Ele portava 135 gramas de cocaína. Em sua casa, havia uma pistola calibre 22 e mais 13,5 gramas de cocaína.

Acotto teria confessado realizar ameaças a Di María. Patricia Bullrich, ministra da Segurança da Argentina, afirmou que o homem teria assumido a autoria em ligações telefônicas.

O carro utilizado no crime foi encontrado horas antes. O veículo estava abandonado a cerca de 15 km de Funes Hills, onde ocorreu a ameaça.

AMEAÇAS A DI MARIA

Um cartaz foi colocado em frente a condomínio onde Di María fica quando vai à Argentina. A peça foi arremessada de um veículo prateado, o mesmo capturado nesta quarta pela Polícia

"Diga ao seu filho Ángel que não volte mais para Rosario porque mataremos um familiar seu. Nem (Maximiliano) Pullaro (governador da província de Santa Fe) poderá te salvar" lia-se no cartaz, que tinha indicação de remetente "à família Di María".

Rodrigo De Paul, meia da Argentina, disse que o colega chorou ao receber a notícia. Di María estava concentrado com a delegação da seleção para o amistoso contra a Costa Rica.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: