X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

PM é preso por dar 'carteirada' para assistir ao jogo do Vasco em São Januário

Caso está sendo apurado pela Corregedoria da Polícia Militar


Durante o jogo entre Vasco e Portuguesa no último domingo (3), um policial militar foi preso em flagrante no Estádio São Januário, por ter usado farda da corporação em um dia de folga. O motivo? Assistir ao jogo pela 11ª rodada do Campeonato Carioca mesmo sem ingresso. A informação foi divulgada inicialmente pela Rádio CBN.

De acordo com a Polícia Militar, outros policiais que realizavam patrulhamento no local repararam que o PM chegou a tirar a farda para não ser percebido dentro do estádio. Apesar da tentativa de disfarçar, o policial foi preso de forma administrativa e conduzido à Coordenadoria de Polícia Pacificadora, onde prestou depoimento. O caso está sendo apurado pela Corregedoria da Polícia Militar.

A partida terminou em goleada do Vasco por 4 a 0, garantindo classificação à semifinal do Campeonato Carioca. Os gols da equipe de Ramón Díaz foram marcados por Payet, Adson, Vegetti e David.

Com o resultado, o Vasco terminou a primeira fase com 22 pontos e garantiu o terceiro lugar geral. Já o Nova Iguaçu avançou para o segundo lugar do Estadual com 24 pontos, após vencer o Volta Redonda. As equipes vão se enfrentar no Maracanã no próximo domingo, na semifinal.

O próximo jogo do Vasco é na quinta-feira, dia 7, às 20h, contra o Água Santa pela segunda rodada da Copa do Brasil.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: