X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Juventude surpreende o Internacional no Beira-Rio e está na final do Gaúchão

Adversário do Juventude sai do confronto entre Grêmio e Caxias nesta terça


Imagem ilustrativa da imagem Juventude surpreende o Internacional no Beira-Rio e está na final do Gaúchão
Juventude venceu nos pênaltis |  Foto: Fernando Alves/ECJuventude

O Juventude surpreendeu o Internacional, nesta segunda-feira, nos pênaltis, por 6 a 5, no Beira-Rio, em Porto Alegre, e está na final do Campeonato Gaúcho, após empate no tempo normal por 1 a 1. As duas equipes já haviam empatado sem gols no primeiro duelo, em Caxias.

O adversário do Juventude na final sairá nesta terça-feira. O Grêmio recebe o Caxias, depois de vencer o primeiro duelo, no último dia 16, por 2 a 1. O time do técnico Renato Gaúcho só precisa de um empate para chegar à decisão.

Empurrado pela torcida, o Inter tentou se impor desde o início, mas parou na bem postada defesa do Juventude, que impedia a participação na partida do habilidoso Alan Patrick. Com isso, o time colorado praticamente não conseguiu entrar na área do adversário.

A opção foi tentar os chutes de longa distância, mas a pontaria não estava boa. A melhor oportunidade do Inter surgiu aos 23 minutos, quando Lucca finalizou rápido, mas Gabriel fez bela defesa.

Assim como fizeram em Caxias, no primeiro jogo, o Juventude sempre foi perigoso nos contra-ataques. Aos 16 minutos, Caíque roubou a bola e lançou Edson Carioca, que tocou na saída de Rochet. A bola tocou na trave e Vitão salvou em cima da linha.

O jogo permaneceu equilibrado e o placar foi alterado em uma lance com origem em um escanteio, aos 30 minutos. Zé Marcos subiu alto para meter a cabeça na bola e fazer 1 a 0 para o Juventude.

O time do Internacional ficou nervoso com a desvantagem e apresentou maior dificuldades para furar o bloqueio do Juventude.

Na volta do intervalo para o segundo tempo, o Inter veio com Enner Valência no lugar de Bruno Henrique e partiu para o ataque. Tanta ansiedade acabou abrindo espaços na defesa e por pouco o Juventude não fez o segundo gol. Mas o Inter conseguiu o empate com Renê, de cabeça, aos nove minutos, após jogada ensaiada em cobrança de falta.

O Juventude mostrou uma queda de rendimento na etapa final, enquanto o Inter aumentou o ritmo. O goleiro Gabriel voltou a fazer bela defesa em chute forte de fora da área de Bustos.

A impressão era de que a virada do Inter poderia acontecer a qualquer momento, mas aos 30 minutos, Mauricio se desentendeu com Nenê e acabou expulso. A disputa ficou aberta e o Juventude só não fez o segundo gol com Rildo por causa de bela defesa de Rochet, aos 37 minutos.

Com o empate no tempo normal, a disputa foi para ps pênaltis. Alan Patrick, Renê, Wanderson, Enner Valência e Bruno Gomes marcaram para o Inter. Mercado (na trave) e Robert Renan (defendeu Gabriel) falharam. Gilberto, Rildo, Jadson, Nenê, Kleiton e Kelvi Gomes converteram para o Juventude e Alan Ruschel (Rochet pegou) perdeu.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1 (5) X 1 (6) JUVENTUDE

INTERNACIONAL - Rochet; Bustos, Vitão (Robert Renan), Mercado e Renê; Aránguiz (Bruno Gomes), Bruno Henrique (Enner Valencia), Maurício e Alan Patrick; Wanderson e Lucca. Técnico: Eduardo Coudet.

JUVENTUDE - Gabriel; Rodrigo Sam, Danilo Boza (Pará/Kelvi Gomes), Zé Marcos e Alan Ruschel; Jadson, Caíque e Jean Carlos (Nenê); Gilberto, Edson Carioca (Rildo) e Lucas Barbosa (Kleiton). Técnico: Roger Machado.

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Sam, Zé Marcos, Nenê, Caíque, Mercado.

CARTÃO VERMELHO - Maurício.

ÁRBITRO - Anderson Daronco.

GOLS - Zé Marcos aos 30 minutos do primeiro tempo. Renê aos nove do segundo.

RENDA - R$ 832.451,00.

PÚBLICO - 40.089 torcedores (total).

LOCAL - Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: