X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Calleri corre sem dores e aprimora físico para estreia do São Paulo na Libertadores


Ausência bastante lamentada pelos torcedores nas quartas de final do Campeonato Paulista, o atacante Calleri não deve ser problema para a estreia do São Paulo na Copa Libertadores, dia 4 de abril, em Córdoba, na Argentina, diante do Talleres. O centroavante correr em volta do campo no CT da Barra Funda nesta segunda-feira e deu mostras que não sente mais a lesão que o tirou do jogo com o Novorizontino.

Calleri sofreu o rompimento de um cisto de Baker na região posterior da perna direita que o dificultava de se movimentar por causa das dores. Ele até tentou jogar no sacrifício contra o Novorizontino no MorumBis, mas nem mesmo com auxilio de medicamentos conseguiu ir a campo.

Como o São Paulo não esconde de ninguém que largar bem na Libertadores, mesmo na casa do Talleres, é a prioridade, o atacante vem recebendo atenção especial para jogar no Estádio Mário Kempes, daqui 10 dias.

Sem dores, o goleador aprimora o físico para não sentir tanto a falta de ritmo nesses dias sem jogos. O São Paulo trabalha forte para ter outros reforços na Argentina, casos de Wellington Rato e Ferreirinha, que também foram a campo nesta segunda-feira, mostrando que também estão reabilitados.

Já o volante Luiz Gustavo ficou na academia fazendo reforço muscular e deve demorar um pouco ainda para se juntar aos companheiros antes de voltar a jogar. A comissão técnica trabalha com cautela para evitar que o jogador volte a sofrer com o problema no tendão de Aquiles da perna direita.

Enquanto não tem todas as peças à disposição, o técnico Thiago Carpini trabalha situações de jogo que deve encarar contra o Talleres, em campo reduzido e com os jogadores tendo de se livrar da bola rapidamente sem errar passes com marcação sob pressão. A ideia é atrair o adversário e encaixar contragolpes em velocidade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: