Login

Atualize seus dados

Esportes

Jogador que chutou a cabeça de árbitro sai da cadeia

06/10/2021 07:12:45 min. de leitura

William Ribeiro, 30, jogador que fazia parte do elenco do São Paulo-RS, recebeu liberdade provisória nesta terça-feira (5) e saiu da prisão. A decisão aconteceu após audiência de custódia em Venâncio Aires, interior do Rio Grande do Sul. O Ministério Público promete recorrer.

William foi preso em flagrante por chutar a cabeça do árbitro Rodrigo Crivellaro durante jogo contra o Guarani, pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho, na noite desta segunda-feira (4). O jogador tem histórico de violência em partidas de futebol desde as categorias de base.

Imagem ilustrativa da imagem Jogador que chutou a cabeça de árbitro sai da cadeia
O atleta agrediu o juiz com um soco, empurrões e chute na nuca Foto: @willian_fotografo/ EC Guarani

O juiz ficou desacordado e foi levado a um hospital. Depois de passar a noite em observação ele recebeu alta e deixou o local no início da tarde desta terça-feira, utilizando um colar cervical e com auxílio de uma cadeira de rodas.

"Não foi nada grave, estou com o pescoço imóvel, mas não foi nada demais", disse à Rádio Imembuí, de Santa Maria (RS).

"Eu não me lembro de nada. Meus colegas disseram que eu dei cartão amarelo para ele, ele veio para cima de mim, me deu um soco, eu caí, e ele me chutou enquanto eu estava no chão. Eu desmaiei e não lembro de nada", relatou o árbitro.

Logo após a agressão, o São Paulo divulgou em suas redes sociais texto repudiando o ato e dizendo que William não fazia parte mais do elenco.

"O contrato com o atleta agressor está sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas", afirmou o São Paulo, que comemorava seu 113º aniversário, em nota.

O clube se disse envergonhado pelo ocorrido e que se trata de um dos episódios mais tristes de sua história.

A Federação Gaúcha de Futebol interrompeu a partida, que foi retomada nesta terça (5) e terminou em vitória para o Guarani, por 1 a 0. "O Tribunal de Justiça Desportiva irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções", afirmou a entidade em um comunicado.

Willian foi levado à Penitenciária Estadual de Venâncio Aires após prestar depoimento na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e fazer exames de corpo de delito

Segundo Luciano Fernandes Menezes, delegado regional do Vale do Rio Pardo, a acusação é de tentativa de homicídio doloso qualificado. A pena para esse tipo de crime é de 12 a 30 anos.

"Eu decidi pela autuação em flagrante desse rapaz pela tentativa de homicídio, uma vez que, na minha percepção, ele assume o risco de um resultado letal. Quando você assume o risco de matar alguém, chuta a cabeça de alguém que estava praticamente desfalecida. Por essa razão, ele vai ser autuado pelo artigo 121 -por um motivo fútil", afirmou Menezes ao UOL.