X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Flamengo supera Bahia, volta a vencer e espanta crise após saída de Sampaoli

No primeiro jogo do Flamengo sem Jorge Sampaoli, a missão de comandar as estrelas cariocas ficou para Mario Jorge, treinador do sub-20 na Gávea


O Flamengo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. No primeiro jogo sem o técnico Jorge Sampaoli, o time carioca bateu o Bahia por 1 a 0 no Maracanã, neste sábado, com gol do atacante Pedro, de pênalti. A vitória aproxima o time de uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores e afasta um pouco a pressão em cima do elenco que não conquistou nenhum título em 2023 e foi vice-campeão da Copa do Brasil no último final de semana.

A vitória na abertura desta 25ª rodada leva o Flamengo aos 43 pontos, entrando provisoriamente no G-4, mas aguardando os demais jogos do final de semana. O clube vinha de dois jogos sem vencer na competição: empate com o Goiás e derrota para o Athletico-PR. Em crise, o Bahia segue na zona de rebaixamento, com 25 pontos.

Veja mais notícias sobre Esportes aqui

No próximo sábado, às 21 horas, o Flamengo volta para São Paulo enfrentar o Corinthians na Neo Química Arena, em São Paulo, pela 26ª rodada. O clube ainda vai avaliar a situação de Pedro e Bruno Henrique, que saíram de campo queixando-se de dores. Também no sábado que vem, o Bahia viajará para pegar o Goiás no estádio Hailé Pinheiro, às 16 horas.

No primeiro jogo do Flamengo sem Jorge Sampaoli, a missão de comandar as estrelas cariocas ficou para Mario Jorge, treinador do sub-20 na Gávea. O interino não pôde contar com Arrascaeta, que ainda sente dores na coxa esquerda, e manteve Gabriel Barbosa no banco de reservas, reforçando o meio-campo com Erick Pulgar e Thiago Maia.

Do outro lado, Rogério Ceni, com a difícil missão de salvar o Bahia do rebaixamento, voltou ao Maracanã com uma formação ofensiva: três atacantes e dois volantes. Antes de a bola rolar, a torcida do Flamengo protestou nas arquibancadas ecoando o grito de "vergonha, time sem vergonha", uma semana após perder o título da Copa do Brasil para o São Paulo.

Mesmo com menor posse de bola, as primeiras oportunidades do jogo foram do Bahia. O time trocava passes em velocidade pelo meio e sempre encontrava um jogador em liberdade se infiltrando no meio da marcação flamenguista. Rossi trabalhou para evitar o revés no Maracanã e apareceu em pelo menos duas oportunidades.

Em campo, o Flamengo tinha dois adversários: além do Bahia, o elenco lutava contra o nervosismo, que crescia conforme a pressão aumentava nas arquibancadas. Foram diversos erros de passe e faltas de ataque, que minavam as principais oportunidades de abrir o placar do time da casa.

A grande chance carioca apareceu apenas na reta final do primeiro tempo. Ayrton Lucas pegou a sobra de Bruno Henrique pela esquerda e jogou na frente, mas foi derrubado por Yago Felipe. O árbitro prontamente indicou pênalti, porém o VAR ajustou a infração como falta fora da área. Na cobrança, Pulgar mandou a bola no travessão.

Se na primeira etapa faltou emoção, o começo do segundo tempo mudou o panorama do confronto. Com apenas um minuto de jogo, Gerson aproveitou uma falha incrível de Vitor Hugo e sairia frente a frente com Marcos Felipe, mas Kanu parou o lance com falta. Savio aplicou cartão amarelo, mas o VAR recomendou revisão e alterou o lance para vermelho.

A expulsão do zagueiro do Bahia alterou o rumo da partida - e aumentou o barulho da arquibancada no Maracanã. Com 10 minutos, Gilberto tentou afastar a bola da grande área, mas acertou na sola de Bruno Henrique. Pênalti marcado para o Flamengo. Depois de muita reclamação baiana, Pedro cobrou e abriu o placar no Rio de Janeiro.

Com um jogador a menos, o Bahia já não conseguia mais fazer a mesma pressão na saída de jogo flamenguista e aos poucos o time da casa tomou o controle da partida. Aos 27, Bruno Henrique subiu mais alto do que a marcação e testou sem força. Com dores, o goleiro Marcos Felipe saltou com muito esforço para espalmar.

Na única chegada de perigo dos baianos no segundo tempo, aos 31, Biel puxou um excelente contra-ataque pelo meio e serviu Luciano Juba. O atacante jogou na frente e ganhou na corrida de Fabrício Bruno, mas perdeu a passada e bateu no meio do gol, sem força, deixando fácil para o goleiro Rossi jogar para escanteio.

O Flamengo caiu de rendimento com as entradas de Gabriel, Luiz Araújo e Everton Cebolinha, mas manteve-se com a posse de bola. A torcida do Flamengo, que viveu com tantas frustrações na temporada, comemorou a vitória no Maracanã como um alento para os próximos meses.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 1 X 0 BAHIA

FLAMENGO - Rossi; Wesley (Matheuzinho), Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Luiz Araújo), Erick Pulgar, Gerson e Everton Ribeiro (Victor Hugo); Pedro (Gabriel) e Bruno Henrique (Everton). Técnico: Mario Jorge (interino).

BAHIA - Marcos Felipe; Gilberto, Kanu, Vitor Hugo e Camilo Cândido (Vitor Jacaré); Rezende, Yago Felipe (Acevedo) e Thaciano; Ademir (Luciano Juba), Everaldo (Gabriel Xavier) e Rafael Ratão (Biel). Técnico: Rogério Ceni.

GOL - Pedro, aos 14 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Thiago Maia (Flamengo); Rezende e Yago Felipe (Bahia).

CARTÃO VERMELHO - Kanu.

ÁRBITRO - Savio Pereira Sampaio (DF-Fifa).

RENDA - R$ 2.268.412,50.

PÚBLICO - 43.393 pagantes (46.472 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: