X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Ex-cartola de time baiano diz ter comprado desembargador e fraudado antidoping

Afirmações foram feitas durante uma participação ao vivo em um podcast na última terça-feira


Imagem ilustrativa da imagem Ex-cartola de time baiano diz ter comprado desembargador e fraudado antidoping
Ex-dirigente afirmou que "comprou" um desembargador no Rio de Janeiro por R$ 600 mil em um processo contra CBF e Rede Globo |  Foto: Reprodução/Youtube Zona Mista

Paulo Carneiro, ex-presidente do Vitória, deu fortes declarações durante uma participação ao vivo em um podcast na noite da última terça-feira (25).

O ex-dirigente afirmou que "comprou" um desembargador no Rio de Janeiro por R$ 600 mil em um processo contra CBF e Rede Globo. Ele disse que entrou com a ação após "ter feito um campeonato e vencido o Fluminense por 6".

Ele também contou que trocou urina para que o ex-volante Matuzalém não fosse flagrado no antidoping: "Era maconheiro". Revelado pelo Vitória, o jogador atuou pelo clube entre 1997 e 1999, quando foi para o futebol italiano.

Após ambas as declarações, Paulo Carneiro se espantou com o fato de o programa estar sendo transmitido ao vivo e pediu para interromperem a gravação: "Não grava, não". O vídeo foi retirado do canal Zona Mista, no YouTube, mas recortes viralizaram nas redes sociais.

"Fizemos o campeonato que a gente ganhou até do Fluminense de 6, em 2003. Aí nós fizemos, entrei com ação contra a CBF e contra a Globo. Peguei um advogado no Rio, meu amigo, Pedro Paulo Magalhães, e eu comprei um desembargador no Rio por R$ 600 mil reais... Tira essa porra.", disse. "Aí eu subi a escada atrás do Matuzalém, o vagabundo, já troquei até urina para salvar o doping dele, que ele era maconheiro (...) Não grava, não. [Está ao vivo]Vocês estão de brincadeira. Falando sério? Tira aí... Pelo amor de Deus."

Paulo Carneiro teve duas passagens pela presidência do Vitória. A primeira, entre 1991 e 2005. Depois, foi eleito em 2019, mas veio a ser afastado em 2021, após parecer da Comissão de Ética sobre possíveis infrações, e destituído do cargo no ano seguinte.

Segundo a plataforma especializada OGol, o Vitória enfrentou o Fluminense duas vezes no Brasileirão daquele ano, tendo vencido o primeiro jogo por 2 a 1 e perdido por 2 a 0. O time também encarou o Fluminense de Feira duas vezes em 2003, pelo Nordestão, mas ambas as partidas terminaram empatadas.

CANAL SE MANIFESTA

Em pronunciamento, o Zona Mista afirmou que o vídeo voltará a ficar disponível, mas com "as devidas solicitações de cortes". O canal fez um comunicado sobre a suspensão momentânea do episódio e ressaltou que a decisão é para manter o respeito ao convidado.

"O Zona Mista vem a público se manifestar, em nota espontânea e não formal, a respeito da suspensão, momentânea, do episódio de número 10 (dez) com o Sr. Paulo Carneiro, na última terça-feira, 25 de junho de 2024.

Reafirmamos o compromisso que a Zona Mista e seus integrantes têm de promover e preservar o respeito mútuo com sua audiência e convidados (as).

É importante esclarecer que TODOS os episódios são previamente agendados e os (as) participantes ficam cientes e de acordo com a linha editorial do programa e suas condições de exibição. Sendo assim, assumem os termos e riscos que suas condutas podem resultar.

Nos comprometemos a preservar o bem-estar, a imagem e os direitos de cada convidado (a), atendendo, sempre que possível, solicitações de forma cordial. Isso, independentemente de quem for o (a) convidado (a). Mesmo que o direito nos reserve a exibir todo e qualquer material produzido pela Zona Mista.

O episódio estará disponível, com as devidas solicitações de cortes, mantendo o princípio da cordialidade com seus(as) convidados(as).

Entendemos que, acima de qualquer número, repercussão ou engajamento, devemos manter o respeito ao convidado(a) e à nossa audiência. Talvez não seja a solução que melhor agrade a todos, inclusive a nós, mas é a mais justa.

Pedimos desculpas e contamos com a compreensão de todos(as).

Atenciosamente, Zona Mista".

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: