X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Equador segura empate e enfrenta Argentina nas quartas da Copa América

Equador ficou em segundo lugar do Grupo B, com os mesmos quatro pontos do México, que foi eliminado


Imagem ilustrativa da imagem Equador segura empate e enfrenta Argentina nas quartas da Copa América
Equador ficou em segundo lugar do Grupo B, com os mesmos quatro pontos do México |  Foto: RICK SCUTERI/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Em jogo fraco e de poucas oportunidades no ataque, o Equador empatou sem gols com o México, na noite deste domingo, e avançou às quartas de final da Copa América. O resultado da partida, disputada no State Farm Stadium, na cidade de Glendale, nos Estados Unidos, eliminou a equipe mexicana e definiu o confronto entre o time equatoriano e a Argentina no início do mata-mata.

O Equador ficou em segundo lugar do Grupo B, com os mesmos quatro pontos do México. Os equatorianos se classificaram graças ao saldo de gols, de apenas um a mais que os rivais mexicanos. O primeiro lugar foi obtido pela surpreendente Venezuela, que alcançou os nove pontos.

Nas quartas de final, a seleção do Equador vai enfrentar a favorita Argentina na quinta-feira, às 22 horas (horário de Brasília).

Apesar do caráter decisivo da partida deste domingo, México e Equador fizeram uma das piores apresentações de ambas as seleções nos primeiros 45 minutos de jogo. Precisando da vitória para se classificar, a equipe mexicana esbanjou fragilidade em seu ataque, praticamente sem dar trabalho ao goleiro Alexander Domínguez.

Mais cauteloso, o Equador não escondeu que jogava pelo empate para assegurar o segundo lugar do grupo e avançar ao mata-mata. O time equatoriano era mais organizado em campo, principalmente na defesa, e sabia sair em velocidade para tentar surpreender os mexicanos nos contra-ataques. Enner Valência, do Internacional, era o jogador mais perigoso no Equador. Mesmo assim, os equatorianos não chegaram a criar nenhuma chance real de gol.

O segundo tempo esboçou o mesmo panorama nos primeiros minutos. Até que o México passou a mostrar maior agressividade no ataque. Empurrando o Equador para a defesa, tentava impor pressão, exigindo uma reação do rival. Neste ritmo, o jogo mudou de vez a partir dos 19 minutos, quando o México criou duas boas chances em série. Quinones bateu forte de fora da área e Domínguez deu rebote. Santi Giménez encheu o pé e carimbou a trave.

Assustado, o Equador passou a sair mais para o ataque, deixando a partida aberta. Aos 22, a resposta veio com Valência. O atacante caprichou na finalização de fora da área e o goleiro mexicano Julio González precisou trabalhar pela primeira vez na partida.

O ritmo mais acelerado da partida culminou no desespero dos mexicanos nos minutos finais. Afinal, o time precisava de apenas um gol para a classificação. Porém, a afobação, a falta de pontaria e a boa defesa equatoriana eliminaram o México da Copa América.

JAMAICA X VENEZUELA

A equipe da Venezuela entrou em campo classificada neste domingo. E, no clima de tranquilidade, não teve problemas para vencer a Jamaica por 3 a 0 no Q2 Stadium, no Texas. Os gols saíram apenas no segundo tempo, num intervalo de apenas sete minutos. Bello abriu o placar aos 4, enquanto Rondón anotou o segundo, aos 11. O terceiro gol veio aos 40 minutos, com Ramírez.

Com o resultado, a seleção venezuelana garantiu o primeiro lugar do grupo com 100% de aproveitamento, sendo três vitórias em seus três jogos nesta primeira fase da Copa América. Na outra extremidade da chave, a equipe jamaicana se despede do torneio sem pontuar, com três derrotas e apenas um gol marcado.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: