X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Cássio pega dois pênaltis e coloca o Corinthians na semifinal da Copa do Brasil

Partida marcou a estreia do paraguaio Matías Rojas com a camisa do Corinthians


Imagem ilustrativa da imagem Cássio pega dois pênaltis e coloca o Corinthians na semifinal da Copa do Brasil
Cássio pegou dois pênaltis em classificação do Corinthians |  Foto: Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Mais uma vez, o Corinthians contou com a larga envergadura do goleiro Cássio para avançar na Copa do Brasil. Neste sábado (15), o ídolo alvinegro defendeu dois pênaltis e foi determinante para a formação do Parque São Jorge avançar à semifinal.

Na Neo Química Arena, em Itaquera, a equipe alvinegra venceu no tempo regulamentar por 3 a 2, com gols de Renato Augusto, Yuri Alberto e Róger Guedes. Como havia perdido o jogo de ida por 1 a 0, fora de casa, o resultado na capital paulista forçou a decisão por pênaltis, quando Cássio brilhou.

Leia mais notícias de Esportes aqui

Fábio Santos, Giuliano e Yuri Alberto marcaram, enquanto Cássio defendeu os chutes de Paulinho Boia e Benítez para definir a vitória por 3 a 1.

Na semifinal, o adversário dos corintianos será o São Paulo. A equipe do Morumbi avançou no mata-mata após eliminar o Palmeiras nas quartas de final, com duas vitórias: 1 a 0 no Murumbi e 2 a 1 no Allianz Parque, de virada.

A ordem dos mandos de campo da próxima fase ainda será definida pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) em sorteio.

Na outra chave, Grêmio e Flamengo vão se enfrentar após eliminarem, respectivamente, Bahia e Athletico Paranaense.

Dos quatro, apenas o São Paulo ainda não conquistou o torneio. O Corinthians tem três troféus, enquanto o Flamengo soma quatro e o Grêmio é o segundo maior vencedor, com cinco --o Cruzeiro tem seis.

A exemplo das duas últimas fases, quando precisou virar sobre o Remo e sobre o Atlético Mineiro, o time do Parque São Jorge novamente precisou buscar o placar jogando em casa.

Nos primeiros 45 minutos, ainda que tenha criado as principais chances de gol, o Corinthians não teve boa atuação coletiva, mas levou perigo ao gol do América em jogadas individuais, sobretudo com Matías Rojas e Róguer Guedes.

Estreante do dia pela equipe alvinegra, o meia paraguaio mostrou repertório ofensivo, com bons passes, finalizações de longa distância e visão para furar a defesa. No seu melhor lance, serviu Róger Guedes com um cruzamento de trivela e o atacante cabeceou a bola no travessão.

Mesmo com a vantagem do jogo de ida, o time mineiro não se limitou apenas a defender. Além de marcar a saída de bola corintiana, teve duas boas finalizações.

Na volta do intervalo, porém, o Corinthians passou a mostrar mais organização. Na virada do primeiro para o segundo minuto, logo abriu o placar, quando Fagner cruzou na cabeça de Renato Augusto e o meia fez o gol de cabeça.

Com a vantagem mínima parcial, os donos a casa devolviam o placar do jogo de ida e levavam a decisão para os pênaltis. Aos 19 minutos, no entanto, Yuri Alberto desencantou. Depois de desperdiçar algumas boas chances na partida, ele se atirou na bola para desviar para a rede um cruzamento de Ruan Oliveira.

Quando parecia que os donos da casa poderiam matar a partida, no entanto, o América conseguiu reagir. Aos 23 minutos, Benítez recebeu a bola na grande área, virou e finalizou colocado para descontar.

O susto durou pouco. Três minutos depois, Róger Guedes marcou de cabeça e ampliou para o Corinthians novamente, depois que o zagueiro Gil escorou um cruzamento e a bola apareceu limpa para o atacante dar marcar o terceiro dos donos da casa.

Mais uma vez, porém, os visitantes foram buscar o placar que forçava a decisão por pênaltis. Aos 37 minutos, Mastriani fez o segundo do América e decretou o 3 a 3 no agregado.

CORINTHIANS 

Cássio; Fagner (Bruno Méndez), Gil, Murillo e Fábio Santos; Gabriel Moscardo (Matheus Araújo), Fausto Vera (Ruan Oliveira) e Renato Augusto (Giuliano); Matías Rojas (Adson), Róger Guedes e Yuri Alberto. T.: Vanderlei Luxemburgo

AMÉRICA-MG

Mateus Pasinato; Marlon (Breno), Iago Maidana, Éder e Danilo Avelar (Nicolas); Lucas Kal (Paulinho Bóia), Juninho (Marcinho) e Martinez; Pedrinho, Everaldo (Benítez) e Mastriani. T.: Vagner Mancini

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)

Cartões amarelos: Fagner, Yuri Alberto, Róger Guedes, Gabriel Moscardo (COR), Benítez (AMG)

Gols: Renato Augusto (1'/2°T), Yuri Alberto (19'/2°T), Benítez (23'/2°T), Róger Guedes (28'/2°T), Mastriani (37'/2°T)

Leia mais 

Vitória vence o Santo André e mantém viva a chance de classificação na Série D

Marcelo treina e deve reforçar Fluminense no clássico com o Flamengo

Universitario diz que prisão de preparador 'ultrapassou todos os limites'

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: