X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Carpini confia na recuperação do São Paulo na Libertadores diante do Cobresal

São Paulo está na lanterna do Grupo B, atrás de Barcelona de Guayaquil e Cobresal


A derrota para o Talleres na primeira rodada da Copa Libertadores aumentou a pressão sobre o trabalho do técnico Thiago Carpini no comando do time do São Paulo. Em entrevista coletiva, em Córdoba, o treinador preferiu destacar o empenho, mesmo com o resultado negativo.

"O resultado não foi o que a gente queria, mas diante das adversidades, com três lesões no primeiro tempo, acho que podemos destacar o empenho dos jogadores até o final, que quase levou a equipe a obter o empate, com duas chances. Uma com o Luciano e outra com o Diego Costa", disse Carpini.

O técnico confia que o time vai se recuperar na classificação do grupo na próxima quarta-feira, quando terá pela frente o Cobresal, no MorumBis. "A torcida e nós (jogadores e comissão técnica) estão esperando por esse jogo, com clima de Libertadores e tenho certeza que vamos conseguir um bom resultado."

O São Paulo está na lanterna do Grupo B, atrás de Barcelona de Guayaquil e Cobresal (um ponto cada) e do Talleres, que soma três pontos.

O meia Galoppo, que entrou no segundo tempo, afirmou que as três lesões (Rafinha, Lucas e Rato) no primeiro tempo atrapalharam o desempenho do time, mas não pode ser usado como desculpa para a derrota. "Uma pena, foi uma partida disputada, mas com três machucados, é difícil. Mas não é desculpa, foi uma atuação abaixo do que podemos jogar. Temos que fazer autocrítica, temos muito mais a dar. Sobre a decisão do treinador, não posso falar. Eles aproveitaram o momento que tinham um a mais. Vamos seguir lutando."

O zagueiro Arboleda mostrou otimismo. "Sabíamos que seria muito difícil. Com poucos minutos perdemos jogadores lesionados, importantes para a equipe. Tomamos um gol em falta de concentração. Temos uma grande equipe e vamos lutar pela classificação. São Paulo tem um time de muita qualidade, sempre mantém o mesmo padrão de jogo. Vamos corrigir os pequenos erros e concentrar para o próximo jogo. A gente sabe da qualidade que a gente tem. Tomamos gols que poderíamos ter evitado. Vamos tratar de ganhar em casa.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: