X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Capixaba Yuri Falcão ganha duelo e Brasil continua bem no Pré-Olímpico de boxe

Wanderson 'Shuga' Oliveira também levou a melhor na luta


Imagem ilustrativa da imagem Capixaba Yuri Falcão ganha duelo e Brasil continua bem no Pré-Olímpico de boxe
Yuri Falcão quer garantir uma vaga em Paris 2024 |  Foto: Reprodução/Instagram Yuri Falcão

O boxe brasileiro continua em destaque no Pré-Olímpico Mundial, em Busto Arsizio, na Itália. Um dia após Luiz Oliveira, o Bolinha, abrir com vitória a busca por vaga nos Jogos de Paris-2024, foi a vez do jovem capixaba Yuri Falcão, de 21 anos, na categoria até 63,5 quilos, e Wanderson 'Shuga' Oliveira (até 71 kg) somarem grandes resultados.

Inspirado nos irmãos Yamaguchi e Esquiva Falcão, medalhistas olímpicos, Yuri teve um grande desafio logo na estreia do Pré-Olímpico. Pela frente, o dominicano Alexy de la Cruz que, assim como ele, subiu no pódio no Pan de Santiago para celebrar uma medalha de bronze.

Apesar de ter um combate difícil pela frente, o capixaba se impôs desde o início e somou uma boa vitória por 4 a 1, se garantindo na segunda fase. Por vaga nas oitavas de final, Yuri Falcão terá pela frente o jordaniano Obada Alkasbesh, que entrou como bye na primeira rodada, em confronto agendado para quinta-feira.

Outro brasileiro a largar com grande resultado no Pré-Olímpico foi Wanderson Oliveira, que não tomou conhecimento do neozelandês Wendell Stanley, avançando com soberania e triunfo por 5 a 0.

Também na quinta-feira, o boxeador volta ao ringue para encarar o irlandês Aidan Walsh. Bolinha faz sua segunda luta somente na sexta, diante do israelense Vladislav Voroshilov. Antes, pela primeira rodada, Viviane Pereira entre no ringue nesta quarta.

Os quatro melhores de cada modalidade garantem vaga para os Jogos Olímpicos. Ou seja, cada brasileiro precisa de mais três vitórias para se garantir em Paris-2024 e se juntar aos outros nove pugilistas já garantidos para defender as cores do País.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: