X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Arthur Elias aprova estreia da seleção feminina na Copa Ouro, da Concacaf

Seleção Brasileira venceu Porto Rico por 1 a 0, com gol da atacante Gabi Nunes


A seleção brasileira feminina de futebol estreou com vitória na Copa Ouro, organizada pela Concacaf, na madrugada desta quinta-feira. A equipe nacional venceu Porto Rico por 1 a 0, na cidade de San Diego, nos Estados Unidos, e ganhou elogios do técnico Arthur Elias, que comanda o time em sua primeira competição oficial.

Para este torneio, o treinador deixou de fora medalhões da seleção, como Marta e Cristiane. Seu objetivo é testar novas jogadoras, visando a renovação do time. E foi neste clima de testes e de mudanças ao longo do jogo que o Brasil marcou o único gol da partida. Aos 35 minutos do segundo tempo, Gabi Nunes aproveitou cruzamento de Adriana e mandou para as redes. Ela havia acabado de entrar em campo, no lugar de Bia Zaneratto.

O placar, com apenas um gol, poderia ter sido maior. Tanto que a melhor jogadora da partida foi a goleira Martínez, de Porto Rico. Ela evitou uma goleada brasileira fazendo ao menos oito grandes defesas. O Brasil chegou a anotar o segundo gol, mas o lance protagonizado por Ary Borges foi anulado pela arbitragem. E, no último lance do confronto, Debinha acertou a trave.

"Enfrentamos uma equipe que, na minha opinião, é muito bem treinada em relação ao processo de ser consistente e que joga junto a todo momento. No entanto, muitas de nossas jogadoras ainda não atingiram seu ápice de performance porque estão em pré-temporada. A maioria das atletas da seleção brasileira representam clubes no Brasil e nos Estados Unidos. A tendência é a equipe crescer, ganhar na sua coletividade e também na sua preparação individual nessa competição", comentou o treinador.

Arthur Elias enfatizou que a seleção brasileira teve pouco tempo para treinar porque o grupo só ficou completo na terça, véspera da partida de estreia. "A equipe treinou muito pouco, com a equipe completa. Teve apenas um dia de treino. É um novo trabalho com novas jogadoras, uma primeira convocação de muitas atletas. Eu sei que o processo pode ser difícil nesse momento, mas acredito que a equipe continuará crescendo ao longo da competição", afirmou.

Pela programação do torneio, a seleção feminina volta a campo no domingo para enfrentar a Colômbia, novamente em San Diego, na Califórnia. Na quarta que vem, dia 28, o adversário será o Panamá, também pela fase de grupos.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: