X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Jô Soares era bisneto de ex-governador do Espírito Santo

Jô era fluente em português, inglês, francês, italiano e espanhol e sonhava ser diplomata

Redação Tribuna Online, com informações de Revista Fórum | 05/08/2022 13:36 h

Jô Soares
Jô Soares |  Foto: Carlos Manfredo /SBT
 

Jô Soares fez carreira no televisão, ficando conhecido pelos programas de humor e de entrevistas. No entanto, antes de se tornar artista, José Eugênio Soares, como foi batizado pelos pais, o empresário paraibano Orlando Heitor Soares e a dona de cada Mercedes Pereira Leal, tinha um sonho de ser diplomata. 

O lado político estava no sangue de Jô. A Revista Fórum destacou que ele era bisneto de Filipe José Pereira Leal, diplomata e político, que no Brasil Imperial, foi governador do Espírito Santo. Atrás do sonho de seguir carreira no Itamaraty, Jô estudou no Colégio São Bento, no Rio de Janeiro, e no Lycée Jaccard, na Suíça. 

Jô era fluente em português, inglês, francês, italiano e espanhol, requisitos para um diplomata - é necessário ser fluente em outros idiomas. No entanto, a arte entrou na vida de Jô e nunca mais saiu. 

Na década de 50, após estrelar inúmeros filmes de comédia, Jô estreou  na televisão escrevendo os textos de programas para a TV Rio. Em São Paulo, foi responsável pelos textos de humor do programa "Simonetti Show", na TV Tupi.

Depois passou pela Record TV, onde estrelou com Carlos Alberto de Nóbrega, o programa "A Família Trapo". Na década de 70, trabalhou na TV Globo, fazendo na emissora diversos programas até ganhar seu primeiro humorístico "Viva o Gordo", em 1981. 

Foi em 1988, que o humorista chegou ao SBT com a proposta de renovar as noites de segunda-feira com o sofisticado humor no programa rebatizado de "Veja o Gordo" e teve uma mudança na carreira, quando começou apresentar o talk show  "Jô Soares Onze e Meia".

Em 2000, Jô retornou para a TV Globo, mantendo o estilo de talk show criado no SBT, em "Programa do Jô", permanecendo no ar até 2016.

Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5), aos 84 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado por conta de uma pneumonia desde o dia 28 de julho. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS