X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Famosos

Giovanna Ewbank nega crise no casamento após rumores da imprensa

Apresentadora e Bruno Gagliasso estão juntos há 13 anos


Imagem ilustrativa da imagem Giovanna Ewbank nega crise no casamento após rumores da imprensa
Bruno e Giovanna são pais de Titi, Bless e Zyan |  Foto: Reprodução/Instagram

Giovanna Ewbank se pronunciou nas redes sociais nesta sexta-feira (10) sobre os boatos do fim de seu casamento com Bruno Gagliasso. A atriz negou que estaria se separando e que estaria comprando apartamento para morar com os filhos, Titi, Bless e Zyan.

Giovanna disse que resolveu se pronunciar por ter tido assuntos sérios a seu respeito comentados na imprensa e completou: "A nota foi de um machismo absurdo e fiquei impressionada". Na última segunda-feira (06), o colunista Thiago Sodré divulgou que a atriz comprou um apartamento pequeno em São Paulo, motivada por uma suposta traição do marido e, por consequência, por possível separação.

"Ele joga isso sem responsabilidade de apuração", disse Giovanna no Instagram. A atriz disse que o comentário sobre o apartamento foi uma fala machista e que o fato não tem relação com uma possível separação. "Uma mulher não poderia nunca comprar um apartamento grande sozinha? Ou seja, puro suco do machismo". "Eu continuo muito bem casada, muito obrigada, bem feliz, graças a Deus, com os meus filhos e muito bem sucedida", esclareceu ela.

A atriz ainda alertou para mais um problema das acusações: "Se a mentira fosse que eu tivesse traído o Bruno, isso seria a chamada e eu estaria sendo chamada de vagabunda para baixo. Porque a traição do homem é legitimada e incentivada. Mas a mulher não pode ter discurso de traição. Está aí o feminicídio pra comprovar".

O colunista também falou sobre a pausa das gravações do podcast Quem Pode Pod, do qual Giovanna é apresentadora com Fernanda Paes Leme, que é melhor amiga de Bruno. A atriz disse que a suposta briga entre o casal não motivou a pausa do projeto: "Nem eu, nem a Fernanda, jamais precisaríamos de dinheiro de homem nenhum para coisa nenhuma na nossa vida".

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: