X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Estou tranquila. Tudo é declarado, diz Deolane Bezerra após ter bens apreendidos

Deolane alegou ter sido vítima de excesso de autoridade policial

Agência Folhapress | 15/07/2022 21:16 h

Deolane Bezerra disse estar tranquila
Deolane Bezerra disse estar tranquila |  Foto: Reprodução/Instagram
 

Deolane Bezerra, 34, usou as redes sociais para se pronunciar sobre a revista feita pela polícia em sua mansão no Alphaville, na Grande São Paulo, atendendo um pedido do Ministério Público de São Paulo com um mandado de busca e apreensão para a residência da advogada. Ela contou que teve a informação vazada por um funcionário do condomínio onde vive e alegou ter sido vítima de excesso de autoridade policial.

Deolane, que ainda prometeu acionar o funcionário na Justiça por ter filmado a ação policial, fez vários vídeos e publicou nos stories do Instagram nesta sexta-feira (15). Um deles é justamente do dia da revista.

"Esses Stories eu fiz para vocês verem que nada de ilícito foi encontrado na minha residência. Houve excesso de autoridade policial porque no mandado de busca e apreensão expedido pela juíza, ela pede que sejam apreendido os objetos de origem ilícita, nada disso foi encontrado, além de celulares e computadores. Ou seja, apreensão de veículos não tem no mandado. Estou tranquila, é tudo declarado. Tudo é declarado. Do mesmo jeito que foi, irá voltar", explica.

A advogada também explicou, por meio de uma nota, explicou que a ação faz parte da coleta de provas para o inquérito policial que investiga influenciadores que fizeram publicidade para uma marca que atua no segmento de jogos e apostas esportivas.

"Na determinação judicial, a Deolane Bezerra é elencada apenas como averiguada, em decorrência de um suposto patrocínio da empresa investigada, em relação a uma festa que ocorreu em meados de 2021, não fazendo qualquer ligação de fato criminoso à influenciadora", começa a nota.

A equipe de viúva do cantor MC Kevin (1998-2021) ainda salienta que todos os contratantes passam por um rigoroso processo de avaliação de idoneidade da empresa/pessoa, bem como, a legalidade do produto/serviço a ser divulgado pela influenciadora. "Seguimos tranquilos colaborando com as investigações confiantes na lisura do processo judicial", finaliza o comunicado.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS