Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Plenário

Plenário

Colunista

Eduardo Maia

PP tenta conquistar presidente

Coluna publicada nesta sexta-feira (23)

Eduardo Maia | 23/02/2024, 19:05 19:05 h | Atualizado em 23/02/2024, 19:05

Imagem ilustrativa da imagem PP tenta conquistar presidente
|  Foto: Reprodução / Redes Sociais

O presidente do PP em Vitória, Marcos Delmaestro, publicou ontem uma foto que reacendeu o debate sobre o posto de vice-prefeito de Arnaldinho Borgo (Podemos), que tentará se reeleger nas eleições deste ano. A foto foi com o presidente da Câmara de Vila Velha, Bruno Lorenzutti (Podemos), que já afirmou ter a intenção de ajudar Arnaldinho neste ano e, nos bastidores, seria o nome preferido do prefeito para o posto de vice.

Segundo Delmaestro, a conversa foi positiva e ele acredita que conseguiu “deixar uma semente” na relação. No entanto, interlocutores afirmam que Lorenzutti e o partido já vinham conversando e que haveria chance real para que o “casamento” se concretize, já que o PP vê a filiação com bons olhos. À coluna, Lorenzutti afirmou que a decisão será feita em conjunto com o prefeito, mas nos bastidores, uma ida ao PP e o lugar de vice dependeria também de outros fatores.


Relações internas

Um dos fatores da ida de Bruno seria Neucimar Fraga (PP), presidente da sigla na cidade. Passaria pela vontade de ele ser ou não candidato. Já se especulou, inclusive, que Neucimar poderia compor com Arnaldinho. Apesar disso, em 2023, Neucimar chegou a falar que “queria disputar contra a esquerda de Borgo”. Resta saber se mudou de opinião.


Perto do bolsonarismo

O ex-secretário de Segurança, Alexandre Ramalho (sem partido), tem se aproximado mais do bolsonarismo nas redes sociais. São publicações marcando o ex-presidente e até seu filho, Flávio Bolsonaro, relator do projeto que proíbe a “saidinha” de presos. Interlocutores apontam que já seria uma estratégia para capitanear esse eleitorado em Vila Velha.


De volta à casa

O presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo (sem partido) está perto de se filiar ao MDB, segundo o próprio confirmou à coluna.

Pingo já esteve no MDB e comentou que vê como positivo o novo momento da sigla, que agora é presidida no Estado pelo vice-governador Ricardo Ferraço (MDB). A expectativa é de que a filiação do prefeito aconteça em breve.


Pé frio duas vezes

Mazinho dos Anjos (PSDB), que tem reduto político no Noroeste assistiria ontem à partida do Real Noroeste em Águia Branca, porém o jogo foi adiado por conta das chuvas. Aproveitou, então, para ver o Botafogo pela Libertadores, mas também não teve sorte, já que o time sofreu empate no fim.


Anúncio do substituto de futuro padre

O deputado e presidente do PL em Cachoeiro, Callegari (PL), confirmou ontem o nome do vereador Léo Camargo (PL) como o novo nome do partido na disputa para a prefeitura da cidade. O anúncio veio depois do comunicado do vereador Juninho da Cofril (PL), que informou que vai deixar a vida pública no intuito de se tornar padre. Nos bastidores, porém, a informação é de que o nome de Léo não traz o mesmo entusiasmo à sigla como o de Juninho trazia.


GALERIA

Levou Bolsonaro consigo

O vereador de Vila Velha Devacir Rabello (PL), que teve o mandato cassado por conta de fraude de gênero do DC, partido pelo qual foi eleito, desmontou o gabinete, mas sem levar o quadro do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O objeto retrata Bolsonaro sem camisa, demonstrando a cicatriz gerada pela facada que sofreu em 2018.

Reunião com o DER

O deputado Alcântaro Filho (Republicanos), em reunião com o diretor do Departamento de Edificações e Rodovias (DER), Freitas, conseguiu viabilizar a conclusão das obras de pavimentação de Santa Rosa, em Aracruz, de olho nas eleições.

Expulso

O vereador da Serra, Adriano Galinhão, foi expulso do PSB por infelidade partidária, descumprimento do estatuto da sigla e também ausência nas atividades do partido. A informação foi confirmada pela própria sigla. Galinhão foi eleito com quase 3.310 votos na cidade serrana.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

SUGERIMOS PARA VOCÊ: