X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Regional

Moradores vão opinar sobre mudanças na orla de Anchieta

Eles terão até a semana que vem para enviar sugestões de mudanças que serão feitas em 23 praias do município



Imagem ilustrativa da imagem Moradores vão opinar sobre mudanças na orla de Anchieta
Iriri, em Anchieta, é uma das 23 praias que estão dentro do projeto de melhorias da orla |  Foto: Roberta Bourguignon

Moradores de Anchieta têm até esta quinta-feira (22) para participar da consulta pública do texto-base do Plano de Gestão Integrada da Orla de Anchieta (PGI).

É que a prefeitura da cidade está preparando o Projeto Orla de melhorias para as 23 praias do município e decidiu abrir o debate para a população, convidando os moradores a contribuírem com suas opiniões e sugestões.

Leia mais notícias Regionais aqui

Para participar, os cidadãos devem ler o texto-base do projeto, que está disponível no site da prefeitura e, em seguida, acessar o formulário disponibilizado para expressar sua concordância completa ou enviar sugestões para aprimoramento.

Melhorias como solicitar a construção de calçadões, ciclovia, áreas de lazer e quiosques ao longo da orla marítima para promover o turismo local e melhorar a qualidade de vida dos residentes; ou sugestões para preservação ambiental, como plantio de mais árvores, além de iluminação pública, câmeras de segurança, e até mesmo acessibilidade ou atividades culturais e recreativas.

“A consulta pública é uma oportunidade valiosa para os moradores expressarem suas preocupações e contribuírem com ideias para o desenvolvimento sustentável da nossa orla. É fundamental que cada cidadão se envolva nesse processo, pois juntos podemos construir um ambiente mais seguro, inclusivo e preservado para as gerações futuras”, destaca a secretária de Meio Ambiente, Jéssica Martins.

O PGI do município será um novo instrumento de gestão urbana e ambiental que vem sendo elaborado por meio de um processo de planejamento participativo iniciado em 2022 e previsto para ser finalizado em maio de 2024.

“A implementação do PGI será uma ação contínua e vem sendo elaborada com intuito de compatibilizar as políticas econômica, urbana, patrimonial e ambiental”, ressalta.

“O Projeto Orla consiste em uma ação inovadora que visa aperfeiçoar o ordenamento dos espaços litorâneos e conta com a participação de diversos atores públicos e privados”, completa.

Fique por dentro 

Solicitações

  • Melhorias como solicitar a construção de calçadões, ciclovia, áreas de lazer e quiosques ao longo da orla marítima para promover o turismo local e melhorar a qualidade de vida dos residentes.

Preservação

  • Sugestão para preservação ambiental, como plantio de mais árvores, além de iluminação pública, câmeras de segurança e até mesmo acessibilidade ou atividades culturais e recreativas são alguns exemplos do que os moradores podem sugerir até o próximo dia 22.

Discussão

  • Para a prefeitura, a consulta pública desempenha um papel fundamental, que é a inclusão e participação cidadã, garantindo que as vozes e opiniões da comunidade sejam ouvidas, possibilitando ampliar a discussão, as informações, os desejos e as preocupações da população.

Formulário

  • Para participar, o cidadão tem que ler o texto-base do Projeto Orla, que está disponível no site da prefeitura, e depois clicar no formulário para enviar sugestões.

Fonte: Prefeitura de Anchieta.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: