X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Regional

Escrivã de polícia vira fisiculturista e disputa até Mundial

Núbia Bazeth Silva, de 50 anos, representou o Espírito Santo no campeonato Mr. Universe Brasil, realizado em São Paulo


Imagem ilustrativa da imagem Escrivã de polícia vira fisiculturista e disputa até Mundial
A fisiculturista Núbia Bazeth Silva |  Foto: © Divulgação

Escrivã na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Cachoeiro de Itapemirim, na região Sul do Estado, Núbia Bazeth Silva é mãe de dois filhos e resolveu se dedicar ao fisiculturismo após os 40 anos.

Hoje, aos 50, ela representou o Espírito Santo no campeonato mundial Mr. Universe Brasil, realizado em São Paulo.

Núbia diz que a prática do esporte, a princípio, nunca foi um sonho, mas que sempre gostou do fisiculturismo. “Admirava as atletas, admirava o estilo de vida, entretanto, ainda não tinha capacidade de ter a disciplina exigida”.

Ela contou que conheceu o fisiculturismo aos 24 anos, por meio do professor Mauro Maleque, que apresentou o esporte a ela, momento em que se apaixonou pela atividade. No entanto, só passou a se dedicar ao esporte mais de 20 anos depois.

“O fisiculturismo exige tempo integral do atleta, pois não se trata apenas de treino, tem a dieta e o descanso, que também fazem parte e influenciam o resultado”.

Segundo Núbia, apenas agora, depois de anos, se reencontrou com o esporte, desta vez com maturidade que a permitiu concretizar seu sonho antigo de subir ao palco pelo menos uma vez.

Núbia revelou também o que a impulsionou a se dedicar ao fisiculturismo após os 40 anos. “O meu impulso foi a paixão pelo esporte. Sempre me encantei com os corpos musculosos e condicionados, com a perfeição do corpo humano e como ele pode ser esculpido. Eu queria aquele corpo em mim”, ressaltou.

Núbia Bazeth Silva escrivã e fisiculturista:

“Hoje eu sou uma máquina de guerra”

A Tribuna - Em algum momento a rotina pesou e você pensou em desistir?

Núbia Bazeth Silva - Nunca passou pela minha cabeça desistir por causa da rotina, pelo contrário, eu aguento a rotina pesada porque praticar o esporte me dá disposição e vida.

Qual lição essa nova fase de sua vida te ensinou?

Hoje vejo que nada é impossível, basta você querer. Quem quer, faz, não dá desculpas. Recomendo que se estabeleça objetivos claros. A partir daí fica mais fácil traçar as estratégias para alcançá-los, e com certeza a disciplina é a mais importante delas. Isso se aplica em qualquer área da vida.

Que conselho daria às mulheres?

Se você está feliz, ótimo. Mas se você se olha no espelho e não está satisfeita, não fica achando desculpas e justificativas, você é mais capaz e mais forte do que imagina. Esse esporte me ensinou isso. Hoje eu sou uma máquina de guerra. Respeito meus limites, me permito cair, fraquejar, errar, descansar, me permito até mudar o objetivo, só não me permito parar e desistir.

Algum fato te marcou na sua vida de fisiculturista?

Ser a primeira Wellness Master acima de 45 anos do Estado, fazer dupla com meu marido no primeiro campeonato de Fit Pears do Brasil, e meu primeiro campeonato, onde subi depois de um ano e meio que decidi ser atleta e fiquei entre as cinco melhores do País.

O que o trabalho na Delegacia da Mulher te ensinou?

A ser mais tolerante, paciente e a entender que uma história nunca tem um lado só.

O fisiculturismo exige tempo integral do atleta, pois não se trata apenas de treino, tem a dieta e o descanso, que também influenciam” Núbia Bazeth Silva, fisiculturista

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: