Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Liga e escolas de samba cancelam ensaios técnicos do Carnaval 2022

Decisão foi anunciada pela liga nas redes sociais e levou em conta aumento de casos da covid-19

Leone Oliveira | 21/01/2022 17:20 h | Atualizado em 11/04/2022, 16:14

Ensaios foram cancelados
Ensaios foram cancelados |  Foto: Arquivo AT
 

Os ensaios técnicos no Sambão do Povo foram cancelados pelas escolas de samba do Carnaval de Vitória. A decisão foi tomada pelas agremiações por conta do aumento de casos de covid-19 nas últimas semanas, após a maior circulação da variante ômicron.  

Nas redes sociais, a Liga Independente das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesge) publicou um comunicado, na quinta-feira (20), para informar sobre o cancelamento dos ensaios, que tradicionalmente reúnem centenas de pessoas – muitas delas que não tiveram condições de comprar ingresso para o desfile. 

O presidente da Liesge, Edson Neto, explicou que a decisão foi tomada pelo fato de que as escolas não teriam como controlar o acesso do público ao local, pois teriam que arcar com a estrutura para fiscalizar essa entrada. 

Vale destacar que para o desfile das agremiações, a Prefeitura de Vitória vai fiscalizar a entrada dos foliões exigindo o passaporte de vacinação e a apresentação de teste com resultado negativo para que as pessoas possam entrar no Sambão.

“A gente não ia ter controle de público de vacinados. Isso ia gerar aglomeração sem controle e pessoas poderiam acessar o Sambão contaminadas, totalmente diferente do desfile que haverá o controle de entrada das pessoas”, explicou. 

Ele frisa que a falta de controle no acesso das pessoas poderiam causar uma contaminação em massa que seria prejudicial também para os desfiles com o afastamento de componentes das agremiações.

“A maioria das escolas tem quadra e vai ensaiar nela. Ali (no Sambão), trazendo para a linguagem do futebol, é tipo de um reconhecimento do gramado. Acho que é uma perda muito grande, porque perde o glamour, por ser uma festa até mais democrática por não precisar de ter ingresso para assistir aos ensaios. Muita gente que vai no ensaio não tem condições de comprar o ingresso para o desfile. A gente deixa de dar um espetáculo de graça para uma população que não teria condições de comprar o ingresso para assistir ao desfile”, lamentou ele, ressaltando que a decisão é acertada por conta do momento. 

“A gente preza muito pelo lado social. As escola são de comunidades e prezamos por esse público”, reforçou. 

Os desfiles das escolas de samba do Carnaval de Vitória acontecem entre os dias 17 e 19 de fevereiro. A cidade cancelou a festa de blocos nas ruas.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS