X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cidades

Bebê morre em ambulância a caminho do hospital no ES

Laura tinha apenas quatro meses


Imagem ilustrativa da imagem Bebê morre em ambulância a caminho do hospital no ES
Laura Fernandes de Sales tinha apenas quatro meses |  Foto: Reprodução/TV Tribuna

Uma bebê morreu dentro de ambulância a caminho de um hospital de Vila Velha, na noite desta quarta-feira (20). Laura Fernandes de Sales tinha apenas quatro meses. Caso foi noticiado em primeira mão pelo Tribuna Notícias 2ª Edição desta quinta-feira (21).

De acordo com informações da polícia, a criança estava internada há 29 dias em um hospital materno de Guarapari, tratando uma pneumonia. Ela se recuperou, mas, nesta semana, desenvolveu um quadro de infecção hospitalar.

Na madrugada de terça-feira (19), a mãe notou que Laura teve uma piora e pediu à equipe de técnicos que chamasse o médico. Segundo a família, esse pedido foi negado várias vezes. Como o quadro da menina piorou ao longo do dia, ela precisou ser entubada.

Na tarde de quarta, determinaram a transferência para o hospital em Vila Velha, mas ela não conseguiu chegar ao local. Laura sofreu uma parada cardíaca na ambulância e morreu nos braços do pai.

Nesta quinta-feira, a família registrou um boletim de ocorrência por negligência médica, na terça, quando a equipe de técnicos se recusou a chamar o médico quando a mãe solicitou.

Em nota, o Hospital Materno Infantil Francisco de Assis (HIFA Guarapari), "esclarece que um bebê de cinco meses estava em tratamento na UTIP desde novembro. Durante a internação toda a assistência, tratamentos, exames e cuidados foram realizados pelo HIFA. Entretanto, diante de mudança no quadro clínico da criança, outros procedimentos tornaram-se necessários e, consequentemente, necessidade de transferência da paciente, que foi realizada nesta quarta-feira (21), por intermédio de Central de Regulação de Leitos, da Secretaria de Estado da Saúde do Estado, que concedeu vaga à criança a um hospital de Vila Velha. Devido aos princípios éticos e legais maiores informações são restritas ao prontuário e não podem ser publicizadas. O HIFA se solidariza com os familiares neste momento de dor".

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: