X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Após 46 dias internado, o sertanejo Conrado recebe alta de hospital

O cantor estava no acidente de ônibus que tirou a vida de seis integrantes do grupo, entre eles o cantor e sua dupla, Aleksandro

Agência Folhapress | 23/06/2022 08:07 h | Atualizado em 23/06/2022, 08:19

Cantor deixou UTI
Cantor deixou UTI |  Foto: Reprodução instagram
 

O cantor sertanejo João Vitor, conhecido como Conrado, que fazia dupla com Aleksandro, deixou o Hospital Regional de Registro nesta quarta-feira (22), após 46 dias internado na unidade. Além dele, um dos integrantes da banda, o músico Júlio Cesar Bigoli, também recebeu alta médica.

Os dois estavam no acidente de ônibus que tirou a vida de seis integrantes do grupo, entre eles o cantor Aleksandro.

Em nota enviada à imprensa, a equipe de Conrado celebrou a recuperação do cantor. Leia na íntegra:

"Foi um mês e meio de muito cuidado, procedimentos delicados, paciência e orações. Gostaríamos de agradecer todo o respeito e sensibilidade com que os amigos da imprensa trataram esse momento tão delicado. Perdemos seis amigos, dois ainda estavam se recuperando de quadros considerados graves e tratados pela própria equipe médica como milagre. Foram dias difíceis e ainda precisamos prezar pela saúde e privacidade dos dois. Assim que eles se sentirem confortáveis, vão se pronunciar publicamente", diz a nota.

O episódio deixou seis mortos, entre eles Aleksandro e o guitarrista Wesley Novaes. Conrado segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Registro.
O episódio deixou seis mortos, entre eles Aleksandro e o guitarrista Wesley Novaes. Conrado segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Registro. |  Foto: Reprodução/Redes Sociais
 

O acidente com o ônibus da dupla Conrado & Aleksandro aconteceu na rodovia Régis Bittencourt, na altura de Miracatu, no interior de São Paul, no dia 7 de maio. Segundo informações oficiais da banda, 19 pessoas estavam no veículo, incluindo os artistas. Além dos seis óbitos, 11 vítimas foram encaminhadas aos prontos-socorros da região.

Conrado teria sido a primeira pessoa a ser socorrida e, aparentemente, com ferimentos leves. Mas, ele teve que passar por cirurgias para controlar sangramentos e correção de fraturas na bacia. O cantor chegou a ficar internado por vários dias na Unidade de Terapia Intensiva.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS