X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Brasil

Mais de 200 pessoas em condição análoga à escravidão são resgatadas no Pará

O resgate aconteceu em operações conjuntas da Polícia Federal, do Ministério Público do Trabalho e Superintendência Regional do Trabalho


Imagem ilustrativa da imagem Mais de 200 pessoas em condição análoga à escravidão são resgatadas no Pará
Viatura da Polícia Federal: mais de 200 pessoas foram resgatadas |  Foto: Divulgação/PF

Mais de 200 pessoas em condições análogas à escravidão foram resgatadas entre os dias 28 de agosto e 1º de setembro no interior do Pará.

O resgate aconteceu em operações conjuntas da Polícia Federal, do Ministério Público do Trabalho e Superintendência Regional do Trabalho. Os trabalhadores estavam divididos em cinco fazendas diferentes.

Leia mais notícias Nacionais aqui

Uma pessoa de cada fazenda foi responsabilizada, segundo a PF. Foi aberto um inquérito policial e também um procedimento do MPT.

Entre as pessoas resgatadas, havia um adolescente de 15 anos. Os trabalhadores das plantações de açaí, dendê e soja não tinham equipamentos de proteção, nem vínculo formalizado de trabalho.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Segundo a Polícia Federal, as pessoas viviam em alojamentos irregulares, com instalações elétricas precárias, banheiros inadequados e sem controle de horário. As condições de trabalho eram tais que uma das fazendas era conhecida como "Senzala"

Pessoas resgatadas serão indenizadas. O Ministério Público prestará apoio aos mais de 200 trabalhadores e também ao adolescente.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: