search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Youtuber pede desculpas a Silas Malafaia após acordo judicial

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Famosos

Youtuber pede desculpas a Silas Malafaia após acordo judicial


Cauê Moura pediu desculpas ao pastor Silas Malafaia em um vídeo publicado em seu canal no YouTube na última quinta-feira, 2. A atitude foi decorrente de um processo na Justiça por injúria movido pelo religioso contra o youtuber desde 2017.

"Ao longo desses anos, me envolvi em uma série de polêmicas relacionadas a religião. Não é novidade para você, que me acompanha, que já fui intolerante e passei da linha algumas vezes falando sobre igreja, pastores e tudo mais", afirmou o youtuber. Na sequência, leu uma mensagem sobre o "acordo realizado na queixa-crime número 1015509-07.2017.8.26.039".

Cauê Moura pediu desculpas ao pastor Silas Malafaia (Foto: Reprodução/Instagram)
Cauê Moura pediu desculpas ao pastor Silas Malafaia (Foto: Reprodução/Instagram)
"Apesar de eu não concordar com muitas das coisas ditas pelo pastor Silas Malafaia, eu me excedi quando insinuei, por exemplo, que ele lava dinheiro, que ele ganha dinheiro que não seja do dízimo dos fiéis, coisas que falei num vídeo antigo", explicou Cauê Moura.

Em seguida, prosseguiu: "Também usei palavras de baixo calão que me arrependo. Falei para ele procurar uma rola, um monte de coisas, enfim. Quero pedir desculpas pelas frases que eu falei nesse vídeo".

O vídeo em questão foi publicado pelo canal de Cauê Moura em 2017, com o título O Homem Que Faliu a Disney. "Inclusive, não está mais no ar", afirmou.

À época, Silas Malafaia havia proposto um boicote à Disney em suas redes sociais e foi alvo de críticas na internet, inclusive por outro youtuber, Felipe Neto.

Por fim, Cauê Moura encerrou: "Me arrependo de ter falado essas coisas. Já faz um tempo que tenho tentado praticar um pouco mais de tolerância e eu espero que isso tenha ficado claro para todos vocês."

O E+ buscou contato com Cauê Moura e Silas Malafaia, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados