search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Voluntários vão atender pacientes por telefone

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Voluntários vão atender pacientes por telefone


Cátia Lisboa, secretária de Saúde, anunciou que ações contra Covid vão contar com apoio de médicos voluntários (Foto: Leone Iglesias/AT)
Cátia Lisboa, secretária de Saúde, anunciou que ações contra Covid vão contar com apoio de médicos voluntários (Foto: Leone Iglesias/AT)

No enfrentamento para conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19), médicos voluntários irão iniciar, a partir da próxima semana, procedimentos para o uso dos medicamentos ivermectina e cloroquina/hidroxicloroquina nos pacientes com suspeita ou confirmação da doença.

Já o fornecimento desses medicamentos deve acontecer nos próximos dias, uma vez que o município aguarda a liberação pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

A secretária de Saúde de Vitória, Cátia Lisboa, explicou que médicos do grupo SOS Voluntário irão integrar os serviços de telemedicina, através do Fala Vitória 156, visando contribuir no tratamento precoce da Covid-19.

Esses profissionais têm acesso remoto ao sistema e, no momento em que o paciente se identifica, o médico acessa o prontuário eletrônico, faz a avaliação da sua história clínica e decide se vai fazer ou não a prescrição do medicamento.

Caso o médico entenda que o paciente deve ser avaliado de forma presencial, ele vai orientá-lo a se consultar na unidade de saúde ou em um pronto atendimento.

Quanto à receita médica, ela poderá ser impressa pelo paciente ou, caso isso não seja possível, ele poderá ir a uma unidade de saúde do bairro para pegar o medicamento na farmácia.

A telemedicina funciona todos os dias, inclusive aos finais de semana e feriados, das 8 às 22 horas. Já os horários de atendimento variam de acordo com cada unidade de saúde, sempre a partir das 7 horas. Eles poderão ser conferidos no site www.vitoria.es.gov.br/cidadao/saude-do-adulto.

Cátia Lisboa disse que, durante 30 dias, será realizada uma pesquisa com pacientes atendidos nesse protocolo para que o município possa monitorar e avaliar a segurança e eficácia do tratamento. A médica Andressa Ronconi, que vai integrar o time dos voluntários, observou que “o voluntariado é uma atitude solidária que deveria ser comum a todos”.

“A medicina é ciência e arte. E, neste momento, quando as evidências ainda estão sendo construídas, a observação clínica do paciente e o acompanhamento são fundamentais para que a gente possa vencer essa batalha”, disse Andressa, que é médica especialista em Otorrinolaringologia.


Tratamento também com ivermectina


Caixa com comprimidos de hidroxicloroquina: uso do medicamento pode provocar efeitos colaterais (Foto: Genival Fernandez/Agência Estado)
Caixa com comprimidos de hidroxicloroquina: uso do medicamento pode provocar efeitos colaterais (Foto: Genival Fernandez/Agência Estado)

Portaria

  • Foi publicada na última quarta-feira no Diário Oficial de Vitória a portaria 022/2020, que  traz um protocolo para o uso dos medicamentos ivermectina e cloroquina/hidroxicloroquina em pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, sob criteriosa avaliação médica nos próximos dias na capital.

Médicos voluntários

  • Irão integrar os serviços de telemedicina, através do Fala Vitória 156 (24 horas). Eles irão consultar os pacientes e vão decidir sobre a prescrição dos medicamentos.
  • Vão informar ao paciente ou seu responsável legal sobre o medicamento, os efeitos adversos, a inexistência de garantia de resultados positivos, os riscos de uso, entre outros detalhes.

Termo de consentimento

  • Ciente dessas informações, o paciente ou seu responsável legal deverá assinar um termo de consentimento.

Receita e fornecimento

  • O paciente poderá imprimir a receita médica em casa ou ir a uma unidade de saúde do bairro para pegar o medicamento, que é fornecido de graça pela farmácia.

  • Para o fornecimento, o paciente ou seu representante legal deverá apresentar a prescrição médica junto ao termo de consentimento assinado por ele e pelo médico responsável.

Cloroquina/hidroxicloroquina

  • É um medicamento indicado para profilaxia e tratamento de ataque agudo de malária. Tem eficácia clínica na artrite reumatoide, no lúpus eritematoso sistêmico e lúpus discoide, entre outros.
  • Por ter ação imunomodulatória e anti-inflamatória, pode contribuir como opção terapêutica em infecções virais. Ainda não há evidências científicas robustas que comprovem o benefício inequívoco no tratamento da Covid-19.
  • Efeitos adversos: miocardiopatia, arritmias cardíacas, diarreia, anorexia, náusea, vômitos, cólicas, cefaleia, tontura, nervosismo, disfunção hepática, entre outros.
  • Dose proposta: cloroquina 150 mg, na dose de ataque de 300 mg 12/12h e, nos próximos quatro dias, 300 mg uma vez ao dia; ou hidroxicloroquina 400 mg, na dose de ataque de 400 mg 12/12h e, nos próximos quatro dias, 400 mg uma vez ao dia.

Ivermectina

  • É um medicamento que colabora no tratamento de diversas infecções causadas por vermes e parasitas que se instalam no organismo, além de problemas relacionados a ácaros, como sarna e piolho.
  • estudo indica que o medicamento foi capaz de conter o avanço e inibir a replicação da Covid-19 em teste in vitro (em laboratório), ainda com poucas evidências em relação a sua atividade em humanos.
  • Reações adversas: diarreia, náusea, dor abdominal, constipação, vômito, entre outros, em geral de natureza leve e transitória. Pode ocorrer ainda tontura, sonolência, vertigem e tremor.
  • Dose proposta: médicos irão propor a utilização na dose única de 200 microgramas por quilo (mcg/kg).

Fonte: Prefeitura de Vitória e pesquisa A Tribuna.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados