search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vitória e Serra voltam a ter risco baixo para coronavírus

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Vitória e Serra voltam a ter risco baixo para coronavírus


Vitória está em risco baixo junto com a Serra  (Foto: Dayana Souza/AT)
Vitória está em risco baixo junto com a Serra (Foto: Dayana Souza/AT)
O governador Renato Casagrande anunciou o novo mapa de risco no início da noite desta sexta-feira (4). As cidades de Vitória e Serra passaram de risco moderado para o risco baixo pela nova classificação. 

O governador explicou que isso significa que essas cidades podem, a partir de segunda-feira (7), quando entra em vigor no novo mapa, ter o comércio funcionando sem restrições de horário, mas seguindo ainda os protocolos sanitários. 

"Município de risco baixo ainda é risco. Temos atividades que estão liberadas e temos aquelas que ainda não são permitidas. Aglomerações não são permitidas", alertou Casagrande.

Pela nova classificação, shoppings, comércios, bares e restaurantes podem funcionar também aos domingos e sem a restrição de horários nessas duas cidades.

"Funcionar normalmente dentro do protocolo orientado pela portaria da Secretaria de Estado da Saúde, com distanciamento entre mesas, pessoas com máscara, uso de álcool em gel", informou o governador.

O mapa de risco foi elaborado seguindo os critérios da matriz de risco que entrou em vigor na última semana. Nessa metodologia, são levados em consideração o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Tudo isso observada a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Cerqueira, também participou do anúncio. De acordo com ele, Vitória e Serra apresentaram 251 casos ativos e 344 casos ativos nos últimos 28 dias, o que as deixa em nível leve. 

O militar ainda destacou que, em relação a testagem por mil habitantes, Vitória tem 104 pacientes testados por mil habitantes, enquanto que a Serra apresenta 78 pessoas submetidas a exame a cada grupo de mil moradores. 

"Na média móvel de 14 dias, Vitória está com uma média móvel de 0,79, o que significa 11 óbitos nos últimos 14 dias, e está em um nível de ameaça moderado para esse indicador. A Serra está com 1,14, o que significa que teve 16 óbitos nos últimos 14 dias, também no nível de ameaça moderado. O somatório desses três fatores leva esses municípios a classificação de risco baixo", explicou coronel Cerqueira sobre o motivo da mudança de classificação.

Mapa de risco

Além de Vitória e Serra, mais 26 cidades estão em risco baixo. São elas: Alegre, Alto Rio Novo, Aracruz, Atílio Vivácqua, Baixo Guandu, Bom Jesus do Norte, Brejetuba, Castelo, Divino de São Lourenço, Fundão, Ibiraçu, Iconha, Itaguaçu, Itarana, João Neiva, Marechal Floriano, Marilândia, Mimoso do Sul, Presidente Kennedy, Santa Leopoldina, São Gabriel da Palha, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São José do Calçado e Venda Nova do Imigrante.

Já em risco moderado, o número de municípios caiu de 51 para 48 no novo mapa do governo.

Estão em risco moderado: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Domingos Martins, Dores do Rio Preto, Ecoporanga, Governador Lindenberg, Guaçuí, Guarapari, Ibitirama, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jaguaré, Jerônimo Monteiro, Laranja da Terra, Linhares, Mantenópolis, Marataízes, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pedro Canário, Pinheiros, Piúma, Ponto Belo, Rio Bananal, Rio Novo do Sul, São Roque do Canaã, Sooretama, Vargem Alta, Viana, Vila Pavão, Vila Valério e Vila Velha.

Duas cidades ainda seguem em risco alto. São Mateus, que já estava no mapa da semana passada, e Ibatiba, que passou de risco moderado para alto - o caminho inverso foi feito por Piúma.

Novo mapa de risco (Foto: Divulgação governo do Estado)
Novo mapa de risco (Foto: Divulgação governo do Estado)

Confira as regras para cada risco


Risco Baixo


Medidas sociais

  • Orientação/conscientização para isolamento social e distanciamento social (DISK Aglomeração)

  • Obrigatoriedade para adoção de medidas de proteção (máscaras e higiene)

  • Abordagem às pessoas para orientação

  • Determinação para o uso de máscaras pelas pessoas fora do ambiente residencial

  • Comunicação social, por meio de rádio, carros de som e outros

  • Recomendação para que pessoas dos grupos de risco permaneçam em isolamento total

  • Autorização da prática de atividades coletivas aeróbicas em locais abertos sem público

Comércio e academias

  • Funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais com medidas qualificadas de 1 cliente por 10 m² obrigatoriedade de uso de máscaras para funcionários e clientes, distanciamento social em filas, sem restrição de horário de funcionamento

  • Galerias, centros comerciais e shopping centers devem funcionar com 50 da ocupação 1 pessoa por 14 m²

  • Funcionamento de restaurantes e bares sem restrições de horários e dias da semana

  • Funcionamento das academias, conforme regras contidas em Portaria, com liberação das atividades e aeróbicas e autorização da prática de pilates e similares para a população acima de 60 anos.

Transporte público

  • Intensificação da limpeza interna dos ônibus

Limites municipais

  • Implantação de barreira sanitária, pela autoridade municipal, nos limites dos Municípios,

  • Implantação de barreira sanitária nas rodoviárias


Risco Moderado


Medidas sociais

  • Medidas previstas para o risco baixo

  • Os Municípios deverão editar recomendações quanto ao isolamento social com intervenção local

  • Monitoramento de casos suspeitos e infectados

  • Autorização da prática de atividades coletivas aeróbicas em locais abertos sem público

Comércios e academias

  • Medidas previstas para o risco baixo

  • Funcionamento de estabelecimentos comerciais, galerias, centros comerciais de segunda a sexta feira, limitado ao horário das 10 h às 16 h e, no sábado de 9 h às 15 h

  • Municípios com até 70 mil habitantes poderão expedir atos para fixar o horário de atendimento presencial nos estabelecimentos comerciais, galerias, e centros comerciais, não podendo ultrapassar 6 horas de funcionamento diário, não podendo funcionar após às 18 h

  • Atendimento presencial nos shopping centers de segunda a sábado, com funcionamento limitado das 12 h às 20 h

  • Liberação da entrada, nos shoppings centers, de menores de 12 anos

  • Funcionamento de restaurantes, inclusive o de Shopping Center, todos os dias da semana, até às 18 h

  • Funcionamento dos bares proibido

  • Funcionamento das academias, conforme regras contidas em Portaria, com liberação das atividades aeróbicas individuais e autorização da prática de pilates e similares para a população acima de 60 anos

Transporte público

  • Intensificação da limpeza interna dos ônibus

Limites municipais

  • Implantação de barreira sanitária, pela autoridade municipal, nos limites dos Municípios,

  • Implantação de barreira sanitária nas rodoviárias


Risco Alto


Medidas sociais

  • Medidas previstas para os riscos baixo e moderado

  • Os Municípios deverão expedir determinações a respeito do isolamento social com intervenção local

  • Suspensão do atendimento ao público em todas as agências bancárias, públicas e privadas

  • Suspensão do atendimento ao público no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor PROCON estadual

  • Suspensão do atendimento presencial ao público em concessionárias prestadoras de serviço público

  • Suspensão do atendimento dos Centros de Acolhimento e Atenção Integral Sobre Drogas da Secretaria de Estado de Direitos Humanos SEDH

  • Suspensão da realização de eventos corporativos, acadêmicos, técnicos e científicos, tais como congresso, simpósio, conferência, palestra, assembleia, workshop e seminário

Comércio e academias

  • Medidas previstas para os riscos baixo e moderado

  • Funcionamento de estabelecimentos comerciais, galerias, centros comerciais de segunda a sexta feira, limitado ao horário das 10 h às 16 h

  • Municípios com até 70 mil habitantes poderão expedir atos para fixar o horário de atendimento presencial nos estabelecimentos comerciais, galerias, e centros comerciais, não podendo ultrapassar 6 horas de funcionamento diário, não podendo funcionar após às 18 h, além de poderem escolher o funcionamento de segunda a sexta feira ou de terça a sábado (no sábado de 9 h às 15 h)

  • Atendimento presencial nos shopping centers apenas de segunda a sexta feira, com funcionamento limitado das 12 h às 20 h

  • Liberação da entrada, nos shoppings centers, de menores de 12 anos

  • Funcionamento de restaurantes, inclusive o de Shopping Center, de segunda a sábado até às 18 h

  • Funcionamento dos bares proibido

Transporte público

  • Medidas previstas para os riscos baixo e moderado

  • Realocação de motoristas e cobradores com idade igual ou superior dos 60 anos, para outras atividades dentro do sistema de transporte

  • Retirada de circulação da frota de ônibus com ar condicionado

  • Suspensão da utilização do passe escolar, em todas suas formas

  • Prorrogação automática do período de isenção das gratuidades às pessoas com deficiência

  • Instalação e manutenção de dispensadores de sabonete líquido nos banheiros dos terminais

  • Suspensão do serviço decorrente do contrato de concessão do serviço de transporte seletivo de passageiros da Região Metropolitana da Grande Vitória Seletivos

Limites municipais

  • Implantação de barreira sanitária pelas autoridades estadual, com apoio da autoridade municipal, nos limites dos Municípios, com controle rigoroso

  • Implantação de barreira sanitária nas rodoviárias


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados