search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Virtus ganha visual esportivo
Sobre Rodas

Virtus ganha visual esportivo

Pouco menos de um mês depois de lançar no País o inédito Polo GTS, a Volkswagen revelou as primeiras imagens e informações do seu irmão Virtus GTS, que chega com visual mais esportivo.
Por R$ 104.940, o sedã produzido na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), é mais caro que o Jetta 250 TSI de entrada (R$ 99.990) com o qual o Virtus esportivo divide motor. A vantagem está na lista de itens de série bastante farta.

Por fora, o Virtus GTS traz para-choques com diferentes aberturas, rodas de liga leve de 17”, o nome da versão na carroceria e na grade, além de detalhes na cor vermelha (Foto: Assessoria Volkswagen)
Por fora, o Virtus GTS traz para-choques com diferentes aberturas, rodas de liga leve de 17”, o nome da versão na carroceria e na grade, além de detalhes na cor vermelha (Foto: Assessoria Volkswagen)

Debaixo do capô, o Virtus esportivo traz o mesmo motor 1.4 TSI de 150 cv e 25,5 kgfm que equipa Polo GTS, Jetta, Tiguan Allspace e T-Cross Highline.

A única opção de transmisão, como no Polo, é a automática de seis marchas, que passou por mudanças específicas para a versão esportiva. Com o conjunto, o sedã acelera de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 210 km/h.

A suspensão também foi retrabalhada para ficar mais firme, assim como a direção elétrica que tem calibração específica.

No visual, o Virtus GTS se destaca por para-choques com diferentes aberturas, rodas de liga leve de 17 polegadas com design exclusivo, o nome da versão na carroceria e na grade, além de detalhes na cor vermelha.

Por dentro, o volante de base reta também recebe costuras vermelhas, tom replicado em pequenos detalhes na cabine. Fora isso, os bancos esportivos com couro e tecido compõem o ambiente.
A lista de itens de série inclui painel de instrumentos digital, ar-condicionado automático, quatro airbags, retrovisores elétricos, sensores de chuva, luminosidade e estacionamento dianteiro e traseiro, detector de fadiga, central multimídia com Android Auto e Apple CarPlay, além de volante com ajuste de altura e profundidade.

Vem ainda com piloto automático, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, bloqueio eletrônico de diferencial, saídas de ar traseiras, faróis full-LED, quatro modos de condução, entre outros recursos.

Preço final

  • Por R$ 104.940, o Virtus GTS é oferecido somente na cor sólida Preto Ninja.
  • Pelo tom Branco Cristal, a Volkswagen pede R$ 490 a mais, enquanto as cores metálicas Prata Sirius, Cinza Platinum e a Azul Biscay (exclusiva para o GTS) adicionam R$ 1.570 ao preço final.
  • O único opcional disponível para o Virtus GTS é o sistema de som Beats, que custa R$ 2.160.
  • Com todos os itens cobrados à parte, o preço final do modelo sobe para R$ 108.670.

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados