search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

VÍDEO | Mais de 700 caranguejos são devolvidos ao meio ambiente

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

VÍDEO | Mais de 700 caranguejos são devolvidos ao meio ambiente


Mais de 700 caranguejos-uçá foram apreendidos e devolvidos ao meio ambiente pelos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Vitória (Semmam), desde o último sábado (27), quando teve início o terceiro período de andada do crustáceo, que vai até esta sexta-feira (5).

As apreensões aconteceram na Vila Rubim, em Maria Ortiz, na Estação Ecológica Ilha do Lameirão e em feiras livres da cidade. 

De acordo com a prefeitura, o total de caranguejos-uçá apreendidos chegou a 722 e, além deles, a fiscalização também apreendeu três guaiamuns, que estão ameaçados de extinção. Nesta terça-feira (2), foram apreendidos mais 254 caranguejos durante fiscalização na água.

Ainda segundo a Administração da capital, a ação aconteceu porque estão proibidos captura, manutenção em cativeiro, transporte, beneficiamento, industrialização, armazenamento e comercialização do caranguejo-uçá em todo o Espírito Santo.

A prefeitura do município ainda explicou que antes de serem devolvidos ao manguezal, é feita a biometria dos crustáceos, com a medição de sua carapaça.

"A biometria nos permite ter uma referência quanto aos animais capturados ilegalmente. Muitas vezes, são capturadas fêmeas com ovas, o que é ainda pior. Temos que pensar que esses 722 caranguejos poderiam ser, no futuro, uma população 10 vezes maior”, explica o secretário de Meio Ambiente de Vitória, Tarcísio Foeger.

O que são as "andadas"

Biometria realizada em um dos caranguejos-uçá (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Vitória)
Biometria realizada em um dos caranguejos-uçá (Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Vitória)
As andadas são os períodos de reprodução dos caranguejos, quando machos e fêmeas saem de suas tocas e andam pelo manguezal.

Isso ocorre de janeiro a abril, durante as semanas de lua cheia ou nova. A quarta andada será entre os dias 28 de março e 3 de abril.

Nesses períodos, a Semmam reforça a fiscalização em terra e no mar. Também são realizadas ações educativas e de sensibilização sobre a andada do caranguejo. Só na última semana, foram abordadas cerca de 2,2 mil pessoas.

Além das feiras de Goiabeiras e Santo Antônio, que incluíram abordagens a comerciantes, frequentadores e catadores, e da exposição “Manguezal: múltiplos olhares”, que está na entrada da sede da PMV, em Bento Ferreira, até a próxima sexta-feira (5), das 8 às 17 horas, a equipe realizou ações em prédios da administração municipal, com foco nos servidores, e na Casa do Cidadão.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados