search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vice-presidente do Comitê Olímpico do Japão revela estar com coronavírus

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Vice-presidente do Comitê Olímpico do Japão revela estar com coronavírus


Bandeira com os arcos olímpicos  (Foto: Divulgação Comitê Olímpico Internacional (COI))
Bandeira com os arcos olímpicos (Foto: Divulgação Comitê Olímpico Internacional (COI))
Um dos vice-presidentes do Comitê Olímpico do Japão, Kozo Tashima anunciou nesta terça-feira ter dado positivo para o novo coronavírus, aumentando a preocupação com o surto e as dúvidas sobre a realização dos Jogos de Tóquio, agendados para 24 de julho até 9 de agosto, em função da pandemia. "Hoje meu resultado do teste do novo coronavírus deu positivo", disse Tashima.

Tashima, de 62 anos, assegurou que o seu estado de saúde não é grave. "Tenho febre. Exames mostraram sintomas de pneumonia, mas estou bem. Me concentrarei no tratamento que os médicos me passaram", acrescentou.

O dirigente também é o presidente da Associação Japonesa de Futebol. Ele explicou ter viajado para a Europa, onde participou de reuniões com membros da Uefa em Amsterdã, além de ter ido aos Estados Unidos, no período de 28 de fevereiro a 8 de março.

"Em Amsterdã e na Europa, no começo de março, o nível de nervosismo sobre o novo coronavírus não era o mesmo que agora. Todos se abraçavam, apertavam as mãos e se beijavam", comentou Tashima.

INÍCIO DO REVEZAMENTO SEM PÚBLICO

No mesmo dia em que um dos dirigentes mais importantes do esporte japonês anunciou estar com o coronavírus, os organizadores da Olimpíada de Tóquio comunicaram mais uma redução no revezamento da tocha olímpica dentro do país.

O início do revezamento no Japão está agendado para 26 de março, na região de Fukushima. E ele ocorrerá sem a presença de público, "para evitar a propagação das infecções", como explicou o diretor executivo do Comitê Organizador de Tóquio-2020, Toshiro Muto.

Veja mais:

Famosos pedem que fãs fiquem em casa por coronavírus

PF restringe emissão de passaportes a casos de "extrema necessidade"

Jared Leto descobre pandemia de coronavírus após 12 dias isolado no deserto


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados