search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Velório
Painel da Folha de São Paulo

Velório

O enterro da delação de Sérgio Cabral no Supremo contou com atos contraditórios da Procuradoria-Geral da República, além de uma atitude incomum por parte de Dias Toffoli, então presidente da Corte.

Depois de ser derrotada por Edson Fachin, que homologou a colaboração do ex-governador do Rio, a PGR disse em fevereiro que não se opunha à abertura de novos inquéritos. Em agosto, no entanto, quis o arquivamento de todos os casos, sem qualquer investigação, como mostrou o Painel.

Passo 1
Toffoli recebeu os 12 inquéritos das mãos de Edson Fachin para a função que lhe competia, de redistribuição. Ele acionou, então, de maneira atípica, a PGR, alegando que ela detinha panorama mais abrangente das investigações em andamento e que poderia opinar sobre quais ministros deveriam relatar os casos.

Passo 2
Em vez de falar sobre isso, Augusto Aras respondeu em cada um dos casos não ver justa causa para seguir apuração e opinou pelo arquivamento. A PGR diz que não há contradição, já que os momentos processuais eram diferentes. “No momento de opinar pelo arquivamento, como fizera antes a Lava Jato no Rio, a PGR o fez”, afirma.

Passo 3
Diante da resposta da PGR, o então presidente do Supremo arquivou as investigações dizendo que o pedido do titular da ação penal (Ministério Público) deve ser acolhido sem discussão de mérito.

Cenário
Procuradores, delegados e ministros do Supremo consultados pelo Painel afirmam não se lembrar de casos iguais à atitude de Toffoli. O ex-presidente do STF diz haver precedentes do seu ato e a PGR afirma que o procedimento é o que deve ser sempre seguido. Os fatos narrados por Cabral atingem políticos e integrantes do Judiciário.

Língua...
Um líder partidário perguntou a Rodrigo Maia (DEM-RJ) sobre o que significava o cartão vermelho dado por Bolsonaro para a Economia. Ele comparou a situação de Paulo Guedes e assessores com a de Adolf Hitler nos dias anteriores à derrota da Alemanha na 2ª Guerra Mundial.

... afiada
Maia citou o filme A Queda, que relata os últimos dias do ditador no bunker em Berlim. Nas palavras do presidente da Câmara ao aliado, o ministro e sua equipe não influenciam mais ninguém no governo e só eles não percebem o quadro.

Pesquisa
O Ministério da Saúde avisou os secretários estaduais que fará um inquérito sorológico com 600 mil pessoas no Brasil para dimensionar o total de infectados no país pela Covid-19. Segundo informou o governo federal, o estudo deverá ser conduzido pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).

Silêncio
O Painel pediu mais informações sobre o inquérito à pasta, mas não teve resposta.

Prioridade
O plano que o PT vai lançar amanhã com propostas para o País no pós-pandemia terá um capítulo dedicado à criação de uma nova legislação para defender as instituições, a liberdade de expressão e o trabalho da imprensa. O tema é chamado no documento de nova lei do Estado democrático de direito.

Túmulo
O Plano de Reconstrução do Brasil, como foi nomeado, recebeu a última edição do ex-ministro Aloizio Mercadante. Segundo ele, o PT apresenta um programa mesmo sem o horizonte de eleições no governo federal porque tem o interesse em evitar o que ele chama de “terra arrasada” sob Jair Bolsonaro.

O retorno
“Temos a expectativa de voltar ao governo e não queremos uma terra arrasada”, disse ao Painel. “Queremos mostrar que há instrumentos para resolver o problema, o que não tem é governo”.

Calma
Apesar da pressão da esquerda, aliados de Rodrigo Maia (DEM-RJ) veem pouca chance do presidente da Câmara colocar em votação a medida provisória que reduziu o auxílio emergencial para R$ 300. A avaliação é que isso colocaria em saia-justa os partidos do centro, inclusive o DEM, que se comprometeram com o governo em apoiar a redução do benefício.

Aposta
O DEM terá nesta eleição número recorde de candidaturas a prefeitos de capitais. Serão nove. A expectativa é maior em Salvador, Fortaleza, Curitiba, Rio e Macapá.

Tiroteio
“É inaceitável que algo que deveria ser resolvido pelo ecossistema escolar e órgãos de saúde vá parar na Justiça por política”. De Chaim Zaher, presidente e fundador do Grupo SEB, sobre decisões judiciais envolvendo o retorno às aulas.

Publicação simultânea com a Folha de São Paulo

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com lupa

A Polícia Federal abriu um inquérito para apurar movimentações financeiras de Frederick Wassef, ex-advogado de Jair e Flávio Bolsonaro. A investigação tem como base documento de inteligência do Coaf …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Esquentai vossos pandeiros

Diante da liderança de Joe Biden na corrida presidencial norte-americana, congressistas dizem esperar que o democrata tenha “grandeza com o Brasil”, em caso de vitória. Jair Bolsonaro é um dos …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Branquinho

O governador João Doria (PSDB-SP) desistiu da ideia de cortar 21% dos recursos do Vivaleite em 2021, revelada pelo Painel, e determinou que o investimento no programa de distribuição de leite para …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

“Allegro ma non troppo”

A queda brusca de Celso Russomanno (Republicanos) mostrada pelo Datafolha não foi celebrada pela campanha de Bruno Covas (PSDB). Ainda que o atual prefeito tenha assumido a ponta, a perda de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Fogo cruzado

O cancelamento da compra da vacina chinesa por parte de Jair Bolsonaro irritou governadores e secretários estaduais de Saúde e uniu boa parte deles em um mesmo norte: na defesa pela permanência do …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

As eleitas

A revolta de mais de um terço dos candidatos a vereador do PSL em BH não se restringe à capital mineira. Além da ex-mulher de Marcelo Álvaro Antônio, que disputa uma vaga de vereadora e recebeu R$ …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Vista grossa

Do mensalão à Lava a Jato, envolvidos em escândalos de corrupção de grande repercussão não receberam punições de seus partidos. A lista inclui Delcídio do Amaral (PT), José Roberto Arruda (DEM), …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Passa a régua

O desembargador Kassio Nunes tem hoje os votos de que precisa no Senado para se tornar ministro do STF. Levantamento feito pelo Painel com os 81 senadores mostrou que ao menos 44 dizem pretender …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Caldeirão: os casos de André do Rap e de Chico Rodrigues no STF

A inclusão rápida dos casos de André do Rap e de Chico Rodrigues (DEM-RR) na agenda do Supremo aponta que a gestão de Luiz Fux reservará boa parte das sessões do plenário para julgamentos criminais, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Calendário

A pressão sobre o Ministério da Saúde para firmar o compromisso público de comprar a vacina para coronavírus que ficar pronta antes vai ganhar reforço de senadores e deputados da comissão externa da …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados