search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Vasco pressiona Bangu em São Januário, mas duelo fica no empate

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Vasco pressiona Bangu em São Januário, mas duelo fica no empate


O Vasco deu o primeiro passo no Campeonato Carioca recebendo o Bangu em São Januário, na tarde deste domingo (19). Apesar da pressão no segundo tempo feita pelo time da Colina, a partida que marcou a estreia do técnico Abel Braga e do atacante Germán Cano terminou empatada sem gols. Com o resultado, as duas equipes somaram um ponto na Taça Guanabara.

Na próxima rodada, o Vasco terá o clássico com o Flamengo, no Maracanã, enquanto o Bangu encara o Resende, no Estádio do Trabalhador.

A partida começou movimentada, mas sem muitas chances claras de gol. Em casa, o Vasco buscava pressionar a saída de bola do Bangu e marcar ainda no campo ofensivo, mas, ao mesmo tempo, deixava espaços que possibilitaram o adversário a chegar próximo à área.

Os dois times erraram muitos passes na etapa inicial e, talvez, as melhores chances saíram de finalizações de longa distância com Talles Magno, pelo Vasco, e com Raul, pelo Bangu.

Houve também reclamação. Em jogada pela direita, Pikachu tentou cruzamento e a bola pegou no braço de Jairinho, do Bangu e que já atuou pelo Vasco. Os jogadores cruz-maltinos reclamaram de pênalti.

Na volta do intervalo, Cano recebeu, girou e bateu para a defesa de Matheus Inácio. No lance seguinte, Juliano apareceu sem marcação na área, após cobrança de falta, e cabeceou, mas mandou para fora.

Com as entradas de Tiago Reis e Marcos Júnior, depois da parada técnica, o Vasco melhorou e esteve perto de balançar a rede. Matheus Inácio defendeu uma cabeçada de Talles Magno em cima da linha.

Nos acréscimos, o Vasco avançou como pode e o Bangu se defendeu da maneira que conseguiu para evitar a derrota. Ao apito final, a torcida vascaína demonstrou insatisfação com o resultado.

VASCO
Fernando Miguel, Yago Pikachu, Werley, Leandro Castan e Henrique; Raul (Marcos Júnior), Bruno Gomes e Gabriel Pec (Tiago Reis); Talles Magno, Germán Cano e Marrony (Lucas Santos).
Técnico: Abel Braga

BANGU
Matheus Inácio (Luciano), Raul, Michel, Rodrigo Lobã e Dieyson; Sidney, Rodrigo Yuri (Alex Chander) e Juliano; Robinho, Jairinho (Rocha) e Tompson.
Técnico: Eduardo Allax.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 0 BANGU
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Auxiliares: Lilian da Silva Fernandes e Andréa Izaura Maffra
Público/Renda: 17.790 pagantes/R$ 656.634,00
Cartões amarelo: Bruno Gomes (VAS); Matheus Inácio, Raul, Michel (BAN)


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados