search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Um futuro nem tão ambicioso
Claudia Matarazzo
Claudia Matarazzo

Claudia Matarazzo


Um futuro nem tão ambicioso

Vamos falar do futuro. O futuro que, agora percebemos, foi subitamente sabotado – e está, neste exato momento, sendo repensado, ressignificado, reinventado, e uma porção de outros “res” que nos ocorrem ultimamente cada vez com mais frequência.

Acredito que, você, como eu, queira um futuro pacífico, seguro e saudável – para você e, claro, para toda a família e amigos queridos. Para o País, enfim, nossa pátria amada, de gente cordial, corajosa e guerreira.

Penso em um futuro ideal, onde os jovens da nova geração teriam chances iguais e acesso ao estudo para escolher entre empreender ou trabalhar em uma empresa de gente solidária, com horários e honorários decentes.

Um futuro onde a única escolha não seja “arriscar ou morrer” para poder levar comida para casa. Onde as pessoas nas quais votamos (e também aquelas nas quais não votamos) tenham dignidade e noção suficiente para, diante de 90 mil mortes, não dizer algo como “está com medo de quê? Tem que encarar!”.

Um futuro onde nossos líderes não fossem gente que escolhe aliados desqualificados ou covardes que fogem de avião ao menor sinal de tempestade.

Um futuro onde, entre a economia e a saúde, a escolha fosse salvar ambas e não afundar as duas com polêmicas menores e declarações aberrantes que envergonham a Nação diante do mundo. E, de quebra, arriscam ainda mais nossas já frágeis parcerias comerciais.

Um futuro onde todos encarassem os projetos sociais com olhar de prioridade e de direito inerente/urgente – e não de caridade e esmola dada de má vontade.

Um futuro onde não se concederiam medalhas e honrarias a presos. E onde os presos ficassem presos – e não soltos por serem amigos de gente poderosa.

Um futuro onde, diante da evidência que a Argentina, país vizinho ao nosso, por ter feito isolamento teve, em cinco meses menos mortes do que nós em apenas três dias, a resposta fosse uma guinada nas orientações e no exemplo do mandatário – em favor do bom senso, da humildade em reconhecer erros e, principalmente, da população.

Um futuro onde não fôssemos obrigados a, diariamente, ter que digerir ódio, fake news, pedidos de cínicas (e ineficazes) desculpas e ataques violentos a toda e qualquer tentativa de diálogo.

Um futuro onde as Forças Armadas voltassem a ser o braço forte em defesa da Nação e não ficassem divididas, expostas e à mercê de um grupo interno, fechado com não se sabe bem qual projeto de poder.

Um futuro sem tantas certezas raivosas, mas, com muitas dúvidas bem-intencionadas. Com menos polarização e mais interação. Com mais empatia, cidadania e pensando no que nós, brasileiros, sempre refletimos e exportamos: um futuro com muito, muito mais simpatia!!

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Aprendendo com as gafes de uma anfitriã

Se alguém acha que, por amar uma mesa bonita e boa comida, eu nunca erro ao receber em casa, engana-se muito! Momentos em diferentes fases da vida são prova de que estamos sempre aprendendo e que os …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Bons motivos para aprender a cozinhar

Neste momento de pandemia, entre os muitos talentos ocultos que acabaram aflorando está o de cozinhar e saborear quitutes antes impensáveis. Nasceu uma nova geração de gourmets e gourmands. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Danem-se artistas e músicos!

Sabem quem foi Victor Herbert? Eu não sabia até me deparar com a coluna de Ruy Castro, que, sei, me permite reproduzir aqui parte dela. Victor Herbert foi um compositor (1859 a 1924) que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Sustentabilidade, qualidade e muita liberdade na moda!

Venho de uma família de privilegiados que sempre tiveram acesso à qualidade: em roupas, viagens, comida, objetos de decoração, etc. Com isso, as roupas e objetos passaram por gerações: Simmmmm! …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Hora de fazer carinho, cafuné e de amar muito a si mesmo

Está sentindo falta do contato físico? Vamos aprender a não depender dos outros para isso. Falo de amar a si mesmo – não no sentido de autoestima, mas naquele do apreço por você mesmo/a de verdade. …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Mais de 100 mil mortes por Covid-19 – desculpa, aí!

O Presidente inominável vive a pedir desculpas: diariamente, é obrigado (provavelmente, aconselhado fortemente por algum assecla) a vir à frente das câmeras, sempre ao lado de sua claque de apoiadore…


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Lições da pandemia

Não vamos falar da finitude, de nossos medos, nem da angústia de ver nossas vidas em risco graças ao total despreparo, da boçalidade e pura teimosia dos titulares de nosso “desgoverno” – que poderiam …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

De meditação a sexo nas lives

Você entraria em uma web suruba? Pagaria para entrar? Confiaria no anonimato da organização? Se ficou perplexo com a possibilidade, saiba que não está sozinho. Mas não apenas as web surubas …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Novo momento, novos horários

Vivemos um novo momento trazido pela pandemia de Covid-19: home office, cursos a distância e reuniões agora fazem parte do nosso dia a dia. Se em casa economizamos preciosas duas horas por dia (que …


Exclusivo
Claudia Matarazzo

Eliminar para iluminar

A frase é da jornalista da Lilian Pacce e foi dita em uma fala sua ao se referir ao desapego. Nessa pandemia, percebemos que é muito, muito mais importante SER do que TER. Ser saudável, ser …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados