search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Teia
Painel da Folha de São Paulo

Teia

Os problemas de Frederick Wassef com o Ministério Público do Rio podem ir além de Fabrício Queiroz. A operação Anjo e suas declarações recentes levantaram suspeita sobre se o advogado ligado à família Bolsonaro teria atuado no sumiço do ex-PM Adriano da Nóbrega, morto na Bahia em fevereiro em ação policial.

Antes de ser encontrado, ele estava foragido há um ano. Acusado de integrar uma milícia, o ex-capitão tinha como advogado Paulo Emilio Catta Preta, que agora defende Queiroz.

Fora da lei
A diferença com o caso Queiroz é que contra Adriano havia um pedido de prisão em aberto e, portanto, um ato para escondê-lo poderia vir a configurar crime de favorecimento pessoal.

Quadrado
Os inquéritos de Adriano e de Queiroz são separados e estão com setores diferentes no Ministério Público.

Plano
No pedido de prisão de Queiroz, o MP-RJ chegou a afirmar que Adriano iria organizar um plano de fuga para toda a família do ex-assessor de Flávio Bolsonaro. Não há no documento, contudo, indicação da origem desta informação.

Defesa
Wassef tem negado irregularidades. À Veja ele admitiu que abrigou Queiroz sob a justificativa de que havia um plano para matá-lo.

Explosão
Em meio às medidas do governo Bolsonaro de flexibilização ao acesso a armas, a Taurus teve alta de 111% nas vendas em relação ao mesmo período de 2019 – foram 52.100 armas comercializadas no mercado brasileiro no primeiro trimestre.

Abertura
A empresa relatou, em comunicado, que a maior procura foi por “calibres até então restritos, como pistolas 9 mm e fuzis, que incorporam maior valor agregado”.

Números
A liberação dessas armas fez com que a companhia faturasse R$ 56 milhões só no Brasil, alta de quase 50% em relação ao mesmo intervalo do ano passado. Ainda assim, a Taurus registrou um prejuízo de R$ 157,1 milhões.

Duas faces
No mesmo dia em que o governador Ibaneis Rocha (MDB-DF) decretou calamidade em razão do coronavírus na capital, o Departamento de Atenção Hospitalar de Urgência, do Ministério da Saúde, convocou servidores para voltar à rotina presencial de trabalho. Só funcionários do grupo de risco seguem em home office. O ministério informou que a decisão é de cada coordenação.

Mapa
Relatório do Tribunal de Contas da União sobre o pagamento de auxílio emergencial mostra que São Paulo foi o estado em que mais presos foram beneficiados de maneira irregular, tendo 1.317 dos 7.046 detidos com ajuda financeira – ao todo, os repasses somam R$ 4,29 milhões.

Prejuízo
Já o Maranhão foi onde teve a maior concentração de agentes públicos (ou com vínculo) que ganharam dinheiro do governo sem ter direito – 80.481 dos 134.262 irregulares. O Fantástico mostrou no último domingo que 628 mil pessoas foram beneficiadas sem preencher os critérios.

Resultado
O relatório do TCU aponta que os pagamentos irregulares podem gerar prejuízo de mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos. O governo já decidiu prorrogar o benefício e quer pagar três parcelas em valores decrescentes.

Família
A primeira-dama Michelle Bolsonaro adotou um cachorro. Segundo perfil nas redes sociais, Augusto Bolsonaro é um cão da raça pastor-maremano, tem um ano, foi resgatado das ruas em 19 de junho e as filhas de Michelle, Letícia e Laura, são suas “irmãs”. Por essa lógica, o presidente Jair Bolsonaro será seu “pai”.

Nomeação
Em uma das fotos de seu perfil (@augustobolsonaro), Augusto aparece deitado no gramado do Palácio da Alvorada, vestindo um colete preto com a bandeira do Brasil. A legenda diz que ali é o seu “novo lar”.

Outro lado
Em nota enviada ao Painel, a Secretaria-Geral da Presidência da República disse discordar dos levantamentos sobre a edição de decretos e medidas provisórias por Bolsonaro nos primeiros 18 meses de mandato, publicados no último domingo. A pasta afirma que não houve “desmonte do Estado” e que o governo cumpriu o compromisso de enxugar a máquina pública.

Tiroteio

“Quando até os banqueiros demonstram preocupação com o desmatamento, percebemos que o País ultrapassou os limites”

De José Luiz Penna, presidente do PV, sobre alertas feitos pelos presidentes de Bradesco e Itaú para o “perigo ambiental”.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Dando um gás

O governo federal pretende criar auxílio voltado para a compra de gás. Com o preço do botijão em alta e diante da resistência da equipe econômica em intervir no mercado, a ideia de dar um vale à …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pagou com traição

A confirmação de que Ciro Nogueira (PP-PI) assumirá a Casa Civil engorda o histórico de acusações de que Jair Bolsonaro joga os amigos ao mar para salvar o barco da governabilidade. A vítima da …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Histórico

Principal bandeira do bolsonarismo e motivo de crise entre poderes, a necessidade de impressão de votos foi rechaçada por técnicos do TSE em 2014, na apuração feita pela campanha de Aécio Neves …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

As entrelinhas

O ministro Luiz Fux, presidente do STF, pretende embutir no discurso que fará de reabertura dos trabalhos no Judiciário após o recesso um recado a atores políticos que fizeram ameaças às eleições de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mistura

O Ministério da Saúde autorizou a aplicação de 2ª dose do imunizante da Pfizer em mulheres grávidas ou no puerpério que receberam vacina da AstraZeneca contra a covid-19 na 1ª dose. Em nota técnica …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Sitiado

A atuação de Braga Netto à frente da Defesa tem sido classificada como péssima por integrantes do Centrão, do STF e até por auxiliares de Jair Bolsonaro. O general tem agido de forma excessivamente …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Meu irmão

A escolha de Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil foi recebida com silêncio pelos parlamentares bolsonaristas, que fugiram do assunto. A ascensão de Nogueira ao comando da articulação política do …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quase lá

Após mais de um ano e meio de falhas de coordenação e recomendações esdrúxulas por parte de Jair Bolsonaro no enfrentamento à pandemia, que envolveram até o apoio à nebulização de cloroquina que …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Velho golpe

A base do governo no Congresso busca uma saída para Jair Bolsonaro vetar o Fundo Eleitoral de R$ 5,7 bilhões sem comprar uma briga com o Centrão, principal grupo de apoio ao Presidente no Legislativo…


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Confusão

A decisão de Alexandre de Moraes de recolocar o delegado Felipe Leal no comando da investigação sobre interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal gerou um imbróglio no órgão. Leal deixou o …